sicnot

Perfil

Economia

Altice aumenta lucros para 834,3 milhões de euros no 1º trimestre de 2015

A Altice, que será a dona da PT Portugal, aumentou no primeiro trimestre deste ano os lucros para 834,3 milhões de euros, contra os 168,9 milhões de euros em igual período do ano passado, divulgou hoje a empresa.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Hugo Correia / Reuters

A Altice explica que os resultados financeiros consolidados estão apresentados numa base pró-forma, ou seja, não comparável, já que têm em conta aquisições efetuadas no ano anterior.

No comunicado divulgado no 'site', a casa-mãe da Numericable-SFR mostra um aumento de 20% do EBITDA (lucros brutos) para 1,777 mil milhões de euros no trimestre terminado a 31 de março e uma queda de 3,3% nas receitas para 3,263 mil milhões de euros.

A margem de EBITDA aumentou 6,9 pontos percentuais para 36,1% e o 'free cash flow' (valor gerado em caixa) operacional aumentou 12% para 645 milhões de euros.

O grupo adianta ainda que espera ter concluída a operação de compra da PT Portugal, por 7,4 mil milhões de euros, no final deste mês.

Sobre as operações que tem em Portugal, Oni e Cabovisão, e que terá de alienar no âmbito da compra da PT Portugal, a Altice diz que as receitas caíram 15% e especifica que a queda de receita na televisão por cabo deveu-se sobretudo a uma contração de 9% na base de clientes naquele segmento, para 212.000 clientes. 

O EBITDA também caiu de 14,7 milhões de euros para 13,2 milhões de euros, enquanto a margem de EBITDA aumentou de 31,9% para 33,9%, assim como o investimento, que passou de 5,2 milhões de euros para 6,1 milhões de euros.

De uma maneira geral, o presidente executivo da Altice, Dexter Goei, afirmou que "o primeiro trimestre deste ano foi forte" e sublinhou que o grupo começou "o ano com força, tanto operacionalmente como financeiramente, e continuará a promover o aumento da margem e do fluxo de caixa em todas as operações em 2015".

"Estamos particularmente satisfeitos com o forte arranque do nosso plano de sinergias em França e estamos confiantes de que a nossa estratégia baseada na geração de maior valor através de um foco no 'quadruple play' (televisão, internet, telefone e telemóvel) e o uso da nossa vantagem clara em fibra continuará a produzir resultados", afirma.

Lusa
  • PT SGPS regista prejuízos de 289,2 milhões

    Economia

    A PT SGPS registou um prejuízo de 289,2 milhões de euros em 2014, valor que inclui lucros da fusão com a Oi, o impacto do investimento da Rioforte na desvalorização das ações e consolidação das perdas da operadora brasileira.

  • Famílias das vítimas de Pedrógão criam associação para apurar responsabilidades
    2:13
  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15