sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas fala em "espaço de manobra" para Portugal inverter rumo de austeridade

Bruxelas fala em "espaço de manobra" para Portugal inverter rumo de austeridade

Bruxelas acredita que existe "espaço de manobra" para Portugal começar a aliviar as medidas de austeridade, implementadas durante o programa de ajustamento. O vice-presidente da Comissão Europeia responsável pelo Euro, Valdis Dombrovskis, considerou esta terça-feira que, perante a descida do défice orçamental, o país deve pensar nessa possibilidade e em medidas como a reposição de salários.

  • Primeiro-ministro volta a defender políticas de austeridade seguidas nos últimos anos
    2:33

    Economia

    Numa altura em que se continua a discutir o impacto da austeridade em países como a Grécia ou o Reino Unido, Pedro Passos Coelho voltou a fazer a defesa das políticas seguidas nos últimos anos. O primeiro-ministro comparou o trabalho do Governo a uma terapêutica, em que o mais importante é a cura e não é saber se há dor ou febre ou se o doente gosta ou não do sabor do xarope.

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.