sicnot

Perfil

Economia

Grécia paga ao FMI com dinheiro de conta de emergência

A Grécia já pagou ao FMI os 750 milhões de euros que tinha de liquidar, mas com dinheiro que já estava depositado no próprio Fundo Monetário Internacional. Ou seja, na prática, apenas adiou o problema.

© Alkis Konstantinidis / Reuter

Para assegurar o reembolso, o governo grego usou dinheiro que estava numa conta de emergência, depositado ao lado do dinheiro da quota que o país tem no Fundo Monetário Internacional.

Dessa reserva retirou 650 milhões e os restantes 100 milhões estavam nos cofres gregos. Fonte do executivo de Alexis Tsipras já veio garantir que este dinheiro será reposto dentro de algumas semanas.

Todos os países membros do FMI têm duas contas no fundo. Uma de quotas anuais, outra que pode ser usada para emergências. Foi esta última, a conta a que a Grécia recorreu para ter acesso aos 650 milhões.

  • Grécia e Eurogrupo ainda sem acordo
    1:33

    Crise na Grécia

    Ainda não foi desta que o Eurogrupo chegou a acordo com a Grécia, para desbloquear a última tranche do resgate. Por agora, Atenas até dá provas de compromisso. O Governo grego pagou 750 milhões de euros ao FMI, no dia em que o ministro alemão das Finanças desafiou a Grécia a fazer um referendo ao Euro.

  • Grécia pode ficar sem dinheiro nas próximas semanas
    0:53

    Economia

    O ministro grego das Finanças reconheceu que a Grécia pode ficar sem dinheiro nas próximas semanas. Questionado, no final do Eurogrupo em Bruxelas sobre a questão da liquidez, Yanis Varoufakis disse que não pode esconder que é muito urgente que o empréstimo seja desbloqueado.

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • Reservas de viagens na Páscoa e no verão aumentaram
    1:19

    Economia

    As reservas de viagens no período da Páscoa e do verão aumentaram este ano, tanto para o estrangeiro como para dentro de Portugal. O Algarve, a Madeira e os Açores continuam a ser os destinos de eleição. Os portugueses estão também a marcar férias com mais antecedência, uma das receitas para conseguir melhores preços.

  • Escada rolante inverte sentido e varre dezenas de pessoas
    1:15
  • Sol influencia alterações climáticas na Terra

    Mundo

    As flutuações da atividade solar têm um efeito sobre o clima da Terra, concluiu um estudo de investigadores suíços, que conseguiu, pela primeira vez, estimar a influência do Sol no aquecimento do planeta.