sicnot

Perfil

Economia

Ministro da Economia pede juízo fiscal aos políticos

Ministro da Economia pede juízo fiscal aos políticos

O ministro da Economia, António Pires de Lima, fez hoje um apelo aos socialistas para reverem algumas coisas que disseram nas últimas semanas sobre fiscalidade, porque considera que a paz fiscal é importante para as empresas.

O governante, que falava aos jornalistas à margem das comemorações do 50.º aniversário da empresa de confeções Dielmar, em Alcains, Castelo Branco, adiantou que o tema da estabilidade fiscal "é prioritário" para atrair investimento e criar condições para que os empresários possam ter "uma vida previsível" naquilo que depende do Estado.

Pires de Lima adiantou ainda que simplificam muito a vida fiscal das pequenas e médias empresas (PME) ficaria "muito simplificada", bem como "a capacidade de Portugal em se constituir como um centro atrativo" para a localização de empresas.


  • Passos arrasa propostas do PS e alerta para ameaça à liberdade de imprensa
    3:54

    País

    Passos Coelho arrasa o plano macroeconómico do PS e avisa que as propostas socialistas não respeitam as regras e os compromissos europeus. No discurso que marcou o encerramento das comemorações dos 40 anos do PSD, o primeiro-ministro e líder social-democrata atacou ainda o PS por se intrometer na liberdade de imprensa. Os elogios estavam guardados para Cavaco Silva, que considera um Presidente exemplar e para o trabalho do Governo que garante estar apostado em resolver os problemas do país, sem pensar em eleições.

  • Projeto da maioria deixa cair obrigação de plano prévio na cobertura das eleições
    2:07

    País

    Já está a ser discutida a nova proposta do PSD e do CDS para a cobertura jornalística das eleições. A SIC sabe que, quer a Entidade Reguladora para a Comunicação Social, quer a Comissão Nacional de Eleições já sabem qual é o teor da nova proposta feita pela maioria. Os dois partidos deixaram cair todas as matérias que causaram polémica. E esperam, agora, que se consiga chegar a um entendimento com o PS para que a nova lei seja aprovada rapidamente.

  • Passos afirma que PS não respeita compromissos europeus
    2:32

    País

    O PSD partiu para o ataque mais duro ao PS. No encerramento das comemorações dos 40 anos do partido, Passos Coelho arrasou o plano macroeconómico socialista e avisou que as propostas do PS não respeitam as regras e os compromissos europeus. O primeiro-ministro cusou ainda o principal partido da oposição de ameaçar a liberdade de imprensa.

  • Marcelo condecora hoje Francisco Sá Carneiro a título póstumo
    0:55

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa vai condecorar hoje Francisco Sá Carneiro, a título póstumo. A cerimónia será incluída nas celebrações do 25 de Abril. Também a título póstumo, o Presidente da República vai ainda homenagear o antigo bispo do Porto D. António Ferreira Gomes. As condecorações têm lugar esta tarde no Palácio de Belém para onde já estava marcada a condecoração do arquiteto Siza Vieira. Todos, diz Marcelo, são figuras ligadas à liberdade e democracia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.