sicnot

Perfil

Economia

Sonae investe até 50 M€ em novas lojas em Portugal e Espanha

 A Sonae anunciou hoje que prevê investir até 50 milhões de euros "com a abertura de novas lojas e a implementação de novos formatos de loja" em espaços por si detidos em Portugal e Espanha.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Srdjan Zivulovic / Reuters

Em nota hoje divulgada, a Sonae diz que, através da sua unidade de retalho especializado Sonae SR, haverá um investimento "que poderá ascender a 50 milhões de euros" em lojas como a Worten, Sport Zone, MO e Zippy.

"O investimento final dependerá da disponibilidade de espaços comerciais adequados aos conceitos e que respondam aos requisitos das marcas, bem como da disponibilidade dos atuais parceiros imobiliários para colaborarem nos processos de remodelação e implementação dos novos conceitos", assinala a empresa.

O presidente executivo da Sonae SR, Miguel Mota Freitas, diz no texto enviado às redações que a empresa que dirige "prevê a abertura de cerca de 30 lojas na Península Ibérica em 2015, bem como a remodelação de mais de 80 unidades, procurando servir ainda melhor os seus clientes e aumentando a sua abrangência geográfica". 

E prossegue: "Esta expansão e otimização do parque de lojas estão integradas na nossa estratégia omnicanal, que explora a complementaridade entre as lojas físicas e a loja 'online' como forma de satisfazer as necessidades dos seus clientes".

No primeiro trimestre de 2015, a Sonae SR diz que registou um aumento das vendas por metro quadrado, em média, de 14% em Espanha e 5% em Portugal. 

"Em 2015, já foram remodeladas mais de 20 lojas na Península Ibérica, as quais apresentam hoje uma oferta mais alargada, baseada na utilização da tecnologia, e soluções inovadoras que contribuem para uma experiência de compra ainda melhor", frisa ainda a entidade.



Lusa
  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.