sicnot

Perfil

Economia

Estudo revela que mais de 600 empregos são eliminados por dia na Grécia

A Confederação Grega de Câmaras de Comércio e Indústria divulgou esta terça-feira cálculos indicando que diariamente encerram em média 59 empresas no país, são eliminados 613 postos de trabalho e a economia perde 22,3 milhões de euros.

O mercado está em ponto morto e as injeções de liquidez não permitem reanimá-lo, segundo o estudo. (Arquivo)

O mercado está em ponto morto e as injeções de liquidez não permitem reanimá-lo, segundo o estudo. (Arquivo)

© Kostas Tsironis / Reuters

Com estes dados, a confederação instou o Governo a firmar rapidamente um acordo com as instituições credoras (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu).

Num documento intitulado "Radiografia do mercado através de números da economia grega", a confederação sustenta que um acordo com as instituições, mesmo que fique abaixo das expectativas, daria à economia um impulso necessário para poder funcionar nos meses que restam de 2015.

O mercado está em ponto morto e as injeções de liquidez não permitem reanimá-lo, segundo o estudo.

Os números dos últimos cinco anos de crise tiveram um resultado alarmante, segundo a confederação, que aponta uma queda da 26,2% na faturação do comércio retalhista, de 37,1% do comércio grossista e de 61,9% na venda de automóveis.

Ainda de acordo com a mesma fonte, 95% dos pedidos de crédito são rejeitados diariamente pelos bancos comerciais, enquanto os depósitos nas entidades financeiras diminuíram em cerca de 35 mil milhões de euros desde dezembro, dos quais quatro mil milhões saíram só em abril.
Lusa
  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.