sicnot

Perfil

Economia

Proposta de Pais do Amaral prevê injetar 325 milhões de euros na TAP

O empresário Miguel Pais do Amaral afirmou hoje que a proposta que lidera para a compra da TAP inclui o compromisso de "um contributo imediato, em dinheiro, de 325 milhões de euros" para a recapitalização da empresa.

© Paulo Whitaker / Reuters

Pais do Amaral, que lidera um consórcio composto "por investidores financeiros internacionais de grande dimensão, com elevada experiência no setor da aviação", apresentou na sexta-feira uma das três propostas vinculativas para a compra de até 66% da transportadora aérea portuguesa.

"A proposta da Quifel diferencia-se também, em termos financeiros, pelo compromisso de um contributo imediato, em dinheiro, de 325 milhões de euros para recapitalizar a TAP e fornecer a muito necessária flexibilidade financeira à companhia para a execução do seu ambicioso Plano Estratégico, nomeadamente renovação da sua frota e expansão da rede", adianta Miguel Pais do Amaral, num comunicado. 

"A nossa proposta prevê ainda a aquisição da posição de 34% do Estado português de acordo com o mecanismo definido no Caderno de Encargos, permitindo a monetização da sua posição acionista, e ainda a realização de um IPO [Oferta Pública Inicial] num prazo de três a cinco anos, reservando 5% a 10% do capital da TAP para os funcionários da companhia", refere o empresário.

 "Este IPO permitirá à empresa aceder aos mercados de dívida e de capital, dotando a empresa de meios equiparáveis às suas congéneres para poder competir de forma estruturada num mercado cada vez mais global", concluiu Miguel Pais do Amaral.

Na corrida à compra da TAP estão ainda os empresários norte-americano David Neeleman, patrão da companhia aérea brasileira Azul, e German Efromovich, dono da operadora aérea Avianca e do grupo Synergy.

 A Parpública tem de enviar até sexta-feira ao Governo um relatório com a análise das três propostas que estão em cima da mesa.

Lusa
  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.