sicnot

Perfil

Economia

CGD passa de lucro a prejuízo de 8,9 milhões de euros no primeiro trimestre

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) registou um prejuízo de 8,9 milhões de euros entre janeiro e março, que compara com o lucro de 22,4 milhões de euros do primeiro trimestre de 2014, anunciou hoje a entidade.

Este resultado é explicado pela venda das participações maioritárias nas seguradoras do Grupo CGD à Fosun no ano passado, pelo que o banco público realçou que, em termos ajustados, o resultado líquido apurado nos primeiros três meses de 2015 traduz uma melhoria face ao prejuízo de 10,7 milhões de euros registado no período homólogo do ano passado.

Isto, considerando a atual percentagem de participação detida pela CGD nas seguradoras que antes controlava na totalidade (15% na Fidelidade e 20% na Multicare e Cares).

Já o resultado antes de impostos e de interesses minoritários atingiu 65,4 milhões de euros, o que representa um aumento de 28% face aos 50,9 milhões de euros apurados no primeiro trimestre do ano passado. Mais uma vez, se for levado em conta o novo perímetro da CGD (sem a 'fatia de leão' do capital das seguradoras), o crescimento mais que triplica.

Esta evolução tem por base o crescimento de 15,5% da margem financeira, a qual beneficiou da redução dos custos de financiamento do banco estatal.

O produto da atividade bancária cresceu 2,8% para 497 milhões de euros.

Em comunicado, a CGD apontou para o "bom contributo das comissões e dos resultados em operações financeiras", que ascenderam a 126,3 milhões de euros e 94 milhões de euros, respetivamente.

Segundo o banco liderado por José de Matos, as comissões estabilizadas demonstram "forte resiliência" da CGD, enquanto os resultados de operações financeiras beneficiaram do "bom comportamento do mercado de dívida pública, num contexto de descida acentuada das taxas de juro".

Quanto aos custos, o aumento de 6,6% para 321,3 milhões de euros ficou a dever-se aos custos com pessoal, que subiram 7,6% para 188 milhões de euros, refletindo "o decréscimo acentuado da taxa de desconto de responsabilidades com pensões e a dinâmica de expansão da atividade internacional do grupo".

O resultado bruto de exploração caiu 3,5% para 175,7 milhões de euros, com a atividade internacional a representar mais de 60% do total no primeiro trimestre.

O montante de provisões e imparidades do trimestre atingiu 112,9 milhões de euros, uma redução de 34,3% (59 milhões de euros) que se deve à "melhoria gradual das condições de risco de crédito nos mercados em que a CGD atua".

Lusa
  • Investigadores fizeram buscas na CGD no âmbito dos Vistos Gold
    2:16

    Vistos Gold

    A investigação aos Vistos Gold passou, na quarta-feira, pela Caixa Geral de Depósitos. A Polícia Judiciária e o Ministério Público procuraram indícios relacionados com o marido de Maria Antónia Anes, que é funcionário do banco. A antiga secretária-geral do Ministério da Justiça é arguida no processo e está em prisão domiciliária.

  • CGD reduziu quadro de pessoal em 232 trabalhadores e fechou 19 agências em 2014

    Economia

    A Caixa Geral de Depósitos (CGD) prossegue o plano de racionalização da rede de agências no mercado doméstico e encerrou 19 balcões no ano passado, reduzindo o quadro de pessoal em 232 funcionários, revelou o presidente José de Matos. O líder do banco público destacou que, só nos dois primeiros meses de 2015, serão fechadas mais 21 agências, fruto do trabalho desenvolvido no ano passado, e que os números relativos aos trabalhadores dizem respeito aos efetivos.

  • "A Minha Outra Pátria": o drama da Venezuela no Jornal da Noite
    2:12

    Reportagem Especial

    Quase cinco mil emigrantes regressaram à Madeira nos últimos meses por causa da crise económica, social e política na Venezuela. Os pedidos de ajuda ao Governo Regional dispararam. Muitos luso-venezuelanos voltaram às origens com pouco mais do que a roupa do corpo. "A Minha Outra Pátria", Reportagem Especial de hoje.

  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24
  • Como fugir às comissões bancárias
    7:24

    Contas Poupança

    Há muitos casos em que ter uma conta no banco está a dar prejuízo. Os juros são tão baixos e as comissões de manutenção de conta são tão altas que há portugueses que todos os meses perdem dinheiro apenas porque têm dinheiro no banco. O Contas Poupança foi à procura de alternativas.

  • Governo reconhece seca severa no continente desde 30 de junho

    País

    O Governo reconheceu, hoje, a existência de uma situação de seca severa no território continental, desde 30 de junho, que consubstancia um fenómeno climático adverso, com repercussões negativas na atividade agrícola, em despacho publicado hoje em Diário da República.

  • Produtores de maçã de Armamar dizem não ter recebido resposta do Ministério
    2:14

    País

    Os produtores de maçã de Armamar estão preocupados. Parte da produção foi destruída pelo mau tempo. Contudo, duas semanas depois, ainda não há resposta do Ministério da Agricultura aos pedidos de ajuda. Mais de 60 produtores com 800 hectares foram afetados e as árvores atingidas pelo granizo podem não conseguir produzir no próximo ano.

  • Bebé Charlie Grad já não vai receber tratamento nos EUA

    Mundo

    A mãe de Charlie Grad disse esta segunda-feira que o bebé poderia ter vivido uma vida normal, caso tivesse começado a receber tratamento cedo. Já o pai admitiu que o filho não iria viver até ao primeiro aniversário. O bebé foi diagnosticado com uma doença rara e um hospital em Inglaterra pediu permissão para desligar a ventilação artificial e fornecer-lhe cuidados paliativos. O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos aceitou e, até hoje, os pais travaram uma batalha na Justiça para suspender a decisão na esperança de irem tratar o filho nos Estados Unidos da América.

  • Número de mortos em atentado em Cabul sobe para 31

    Mundo

    O número de mortos no atentado com um carro armadilhado atribuído aos talibãs, esta segunda-feira de manhã em Cabul, subiu para 31, aos quais se somam cerca de 40 feridos, de acordo com um novo balanço das autoridades.

  • Pelo menos cinco feridos em ataque na cidade suíça de Schaffhausen

    Mundo

    Pelo menos cinco pessoas ficaram hoje feridas na sequência de um ataque, na cidade suíça de Schaffhausen. De acordo com as autoridades, as vítimas foram atacadas por um homem armado com uma motosserra, que está a ser procurado pela polícia. As autoridades descartaram a hipótese de "ato terrorista".

  • Oposição pressiona Maduro com anúncio de manifestações e greve geral
    1:34