sicnot

Perfil

Economia

NOS reduz lucros em 8% no 1º trimestre apesar de subida da receita em 2%

A NOS apresentou na noite de sexta-feira as contas consolidadas do primeiro trimestre, que indicam a redução homóloga dos lucros em 8%, para 23,2 milhões de euros, apesar de a receita ter subido 2%, para 344,1 milhões. 

O aumento das receitas de exploração é atribuído pela "adesão a serviços convergentes no mercado residencial, pelas receitas de contas de grandes empresas e pelo crescimento anual muito forte das divisões de audiovisuais e cinemas".

O essencial destas receitas corresponde ao segmento das telecomunicações, no qual o montante subiu 1,3% homólogos, para 328 milhões de euros. O contributo de audiovisuais (17 milhões) e da exibição cinematográfica (14 milhões) foi claramente inferior.

Os custos operacionais, excluindo amortizações, subiram 4,2% homólogos, para 216 milhões de euros.

A dívida financeira líquida cresceu 1,6% para 999 milhões de euros.


Lusa
  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10