sicnot

Perfil

Economia

Avião A320 da Israir arrestado no aeroporto de Lisboa por dívida à Euroatlantic

Um avião da companhia aérea israelita Israir foi hoje arrestado no aeroporto de Lisboa, por uma dívida de "vários milhões de euros" à Euroatlantic, confirmou à Lusa o presidente da transportadora portuguesa, Tomaz Metello.

© Michael Dalder / Reuters

A notícia tinha sido avançada pelo 'site' Presstur, que adiantou que o aparelho chegou ao aeroporto da Portela esta manhã e deveria regressar ainda hoje com um grupo de turistas israelitas, que estava de visita a Portugal.

Tomaz Metello disse à Lusa que há sete anos que a Israir tem uma dívida de "vários milhões de euros" à companhia aérea portuguesa, tendo esta levado o caso para a justiça, até ao Supremo Tribunal, que decidiu a seu favor em dezembro passado.

"Apesar de termos ganho no Supremo, continuavam a não pagar e foi por isso que mandámos arrestar o avião", afirmou o presidente da Euroatlantic.

De acordo com o mesmo responsável, o presidente da Israir desloca-se a Portugal na terça-feira para tentar resolver a situação.

O aparelho em causa é um Airbus A320 e tinha chegado de Tel Aviv pelas 10:30, devendo partir com outros passageiros ainda hoje, de regresso à cidade israelita, mas foi arrestado e os passageiros transportados para um hotel, confirmou por seu turno uma fonte oficial da ANA, empresa gestora do aeroporto de Lisboa. 







Lusa
  • Mais cinco ilhas dos Açores sob aviso vermelho

    País

    O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou esta quarta-feira para vermelho o aviso para as cinco ilhas do grupo central dos Açores, onde no Faial o vento atingiu os 150 quilómetros por hora.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.