sicnot

Perfil

Economia

Estado pagou à troika 535 milhões de euros em juros até abril

O Estado pagou à troika 534,9 milhões de euros em juros pelo empréstimo concedido ao abrigo do Programa de Assistência Económica e Financeira (PAEF), um aumento de 31,9% face ao período homólogo, segundo a DGO.

De acordo com a síntese da execução orçamental até abril, hoje divulgada pela Direção-Geral do Orçamento (DGO), Portugal pagou 534,9 milhões de euros aos credores internacionais entre janeiro e abril deste ano, um valor acima dos 405,5 milhões que tinha pago no mesmo período do ano passado.

A DGO justifica este aumento com o primeiro pagamento de juros relativo à 10.ª tranche do empréstimo do Mecanismo Europeu de Estabilização Financeira (MEEF).

Considerando todos os instrumentos da dívida direta do Estado, Portugal pagou 2.233,7 milhões de euros em juros e outros encargos até abril, mais 32% do que no período homólogo, uma vez que nos primeiros quatro meses de 2014 o Estado gastou 1.691,9 milhões de euros nesta rubrica.

A DGO justifica este aumento da despesa com juros e encargos dívida direta do Estado português com as emissões de Obrigações do Tesouro realizadas em 2014 que deram origem ao pagamento de juros em 2015, com as recompras efetuadas em abril de 2015 e que implicaram uma antecipação do pagamento de juros e com o maior 'stock' de uma linha que vence em abril de 2021 e que deu origem a um pagamento de cupão mais elevado em abril.







Lusa
  • Resgate de mais de 300 migrantes no Mediterrâneo
    2:08
  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01