sicnot

Perfil

Economia

Operários da Camac regressam ao trabalho após seis dias de greve

A laboração na unidade de pneus Camac, de Palmeira, Santo Tirso, retomou esta manhã após seis dias de paralisação para forçar a empresa a pagar remunerações em atraso, informou fonte sindical.

facebook.com/CamacPneus

Cerca de uma centena de operários, de um total de cerca de 130 trabalhadores, estiveram em greve desde o dia 15 até à última sexta-feira, reivindicando o pagamento do pagamento do mês de abril e do subsídio de Natal de 2014.

Em declarações à agência Lusa, o dirigente do sindicato SITE-Norte e trabalhador da Camac Manuel Gonçalves explicou que esta manhã os funcionários decidiram regressar ao trabalho, uma vez que a "promessa" de pagamento do mês de abril "foi cumprida ao longo do fim de semana".

"Hoje já vamos trabalhar porque cumpriram. Esperamos é que este episódio não se repita com o mês de maio. Temos medo que isso aconteça já que para arranjarem este já foi difícil e às pinguinhas", disse Manuel Gonçalves.

Quanto ao subsídio de Natal, o dirigente avançou ter "menos esperança" de que o pagamento esteja "em breve", uma vez que esse valor está incluído no Plano Especial de Revitalização (PER) que a empresa está a desenvolver.

O recurso à greve e paralisação nesta empresa não é inédito. Em julho do ano passado, cerca de uma centena de trabalhadores paralisou a produção também para exigir salários em atraso.



Lusa
  • A menina síria que relata a guerra no Twitter está bem, diz o pai

    Mundo

    Bana Alabed, a menina síria de 7 anos que conta no Twitter a luta pela sobrevivência e os horrores da guerra em Alepo, teve de abandonar a sua casa que foi bombardeada mas está bem, disse hoje o seu pai à Agência France Press. A conta esteve fechada domingo, mas foi entretanto reativada e tem hoje uma nova publicação de Bana.

  • Parkinson pode ter início nos intestinos

    Mundo

    Um novo estudo científico vem revelar que a doença de Parkinson pode não estar apenas no cérebro. A doença pode ter início nos intestinos e mais tarde migrar para o cérebro.