sicnot

Perfil

Economia

China "produz" um bilionário por semana

De acordo com as consultoras UBS e PricewaterhouseCoopers, no primeiro trimestre de 2015, "nascia" na China um bilionário por semana.

© Jason Lee / Reuters

A criação de riqueza na China há 15 anos que não pára. Tecnologia, saúde e mercado imobiliário e outras indústrias de consumo foram as áreas onde os chineses investiram mais.

Segundo a UBS, em 2014, havia 200 bilionários no país, "contra" 570 nos Estados Unidos.
 
A novidade é que os novos bilionários chineses estão a usar as suas fortunas para o bem comum. Enquanto que a geração mais velha concentra energias nas áreas da saúde e educação, os mais novos preocupam-se com questões sociais e com a população desfavorecida.

O Top 10 é composto por bilionários com menos de 40 anos, como é o caso de Jack Ma, co-fundador da Alibaba (BABA, Tech30). Além de rico, apoia atualmente um projeto na área ambiental e cultural.

A região seguinte a "produzir" gente rica será a Ásia. Segundo estes consultores, nos próximos 5 a 10 anos, o número de bilionários nesta região do globo vai ultrapassar o norte-americano.








 

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Parlamento debate uso de animais no circo: as posições do PCP, Bloco e PAN
    2:03
  • ONU analisa proposta do Egito que visa anular decisão de Trump sobre Jerusalém
    1:27

    Mundo

    O Conselho de Segurança das Nações Unidas está a analisar um projeto de resolução que pretende rejeitar a decisão de Donald Trump de reconhecer Jerusalém como capital oficial de Israel. O projeto de resolução, proposto pelo Egito, deverá ser votado amanhã mas vai, seguramente, contar com o voto contra dos Estados Unidos.