sicnot

Perfil

Economia

Cavaco Silva inaugura hoje investimentos de 7,5 ME em Moimenta da Beira

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, inaugura hoje, em Moimenta da Beira, equipamentos que representam um investimento de cerca de 7,5 milhões de euros.

MANUEL DE ALMEIDA

Destes investimentos, dois são da responsabilidade da Câmara Municipal, nomeadamente a Escola Básica de Moimenta da Beira (3,5 milhões de euros) e o primeiro relvado do parque desportivo (2,2 milhões de euros).

O presidente da autarquia, José Eduardo Ferreira, disse à agência Lusa que a escola, já em funcionamento, "tem 19 salas de aulas (14 para primeiro ciclo e cinco para o pré-escolar) e cerca de 370 alunos".

O primeiro relvado do parque desportivo "também já está a ser utilizado pelo Clube de Desporto e Recreio de Moimenta da Beira e por outras agremiações desportivas do concelho que ali praticam futebol", acrescentou.

Cavaco Silva vai ainda inaugurar investimentos feitos por duas Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho: o lar de idosos da Casa Nossa, em S. Martinho, e o lar residencial da Artenave.

José Eduardo Ferreira explicou que, em S. Martinho, na freguesia de Peva, foi feito um investimento de cerca de 1,1 milhão de euros, num lar com capacidade para 24 utentes.

O lar residencial da Artenave, uma associação vocacionada para as pessoas com deficiência, custou cerca 600 mil euros e tem capacidade para 20 utentes, acrescentou.

Em Moimenta da Beira, o Presidente da República visitará também a Polimagra, uma empresa do parque industrial que se dedica à transformação e comercialização de produtos em granito, e a Cooperativa Agrícola do Távora, conhecida pelos seus vinhos, espumantes e maçãs.

Depois de Moimenta da Beira, Cavaco Silva segue para o concelho de Tabuaço, onde será feita a apresentação de uma parceria entre a empresa Douromel e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.



  • Cavaco Silva diz que é cedo para perceber se défice de 2,7% será cumprido
    0:57

    Economia

    O Presidente da República diz que ainda é cedo para saber se a meta de défice de 2,7 por cento prometida pelo Governo será cumprida. Cavaco Silva não quis comentar a previsão avançada hoje pela Comissão Europeia de 3,1% de défice. Já quanto à evolução da economia, e depois de se referir a um crescimento de 1,7 por cento, Cavaco Silva volta a dizer que acredita em crescimento de 2% em 2015.

  •  PR diz que a economia portuguesa deve crescer 1,7% este ano
    0:37

    Economia

    Cavaco Silva disse esta manhã em Oslo, na Noruega, que a economia portuguesa deve crescer 1,7% este ano. Perante empresários e investidores do setor energético, o Presidente da República (PR) falou das projeções económicas para Portugal e afirmou que apontam para uma recuperação gradual até 2017.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.