sicnot

Perfil

Economia

Venda de produtos para deixar de fumar caiu 30% nos últimos dois anos

A venda de produtos para ajudar a deixar de fumar caiu mais de 30% entre 2012 e 2014, uma acentuada descida que contraria a de subida verificada no ano anterior, conclui um estudo realizado pela consultora IMS Health.

© Gary Cameron / Reuters

Segundo estes dados, divulgados a propósito do Dia Mundial Sem Tabaco, que se assinala no domingo, em 2012 foram vendidas 216.107 unidades de produtos antitabágicos, mas dois anos depois (2014) já só foram vendidas 149.810 unidades, menos 66.297.

Esta queda vem inverter a subida verificada no ano anterior (entre 2011 e 2012), quando a venda de produtos para deixar de fumar disparou de cerca de 153 mil para as 216 mil unidades.

No entanto, o estudo revela que entre 2008 e 2011, a venda destes produtos conheceu uma diminuição constante, tendo caído quase para metade.

Segundo a IMS Health, em 2008, ano em que entrou em vigor a lei do tabaco, houve um pico de vendas (227.393 mil unidades de produtos antitabágicos), mas logo a seguir, e até 2011, foram diminuindo até as 153.565 mil unidades.

Ou seja, assistiu-se a uma diminuição de 73.828 unidades de produtos antitabágicos no espaço de três anos. 

Em valores financeiros, a quebra de vendas sofrida entre 2008 e 2011 traduziu-se em menos um milhão de euros (de 4.614.465 euros para 3.613.473 euros). 

No ano seguinte (2012), a subida das vendas de produtos antitabágicos correspondeu a mais 558.221 euros, num total de 4.171.694 euros.

O estudo permitiu ainda verificar que as pessoas que consomem produtos antitabágicos compram-nos principalmente nas farmácias (85%) e só 15% se dirige às parafarmácias para os comprar.

O Dia Mundial Sem Tabaco ficará marcado pelo lançamento da linha de apoio à cessação tabágica, que não será apenas de aconselhamento e encaminhamento, mas terá uma atitude pró-ativa, fazendo ela própria chamadas de acompanhamento da evolução e dependência tabágica do utente até o levar a deixar de fumar.

Uma das possibilidades em estudo pelo Ministério da Saúde é a da comparticipação destes medicamentos no âmbito das consultas de apoio à cessação tabágica na Linha saúde 24, como forma de incentivo e de compensação, a todos os fumadores que se mantenham a ser seguidos neste serviço.

Lusa
  • Marcelo condecora hoje Francisco Sá Carneiro a título póstumo
    0:55

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa vai condecorar hoje Francisco Sá Carneiro, a título póstumo. A cerimónia será incluída nas celebrações do 25 de Abril. Também a título póstumo, o Presidente da República vai ainda homenagear o antigo bispo do Porto D. António Ferreira Gomes. As condecorações têm lugar esta tarde no Palácio de Belém para onde já estava marcada a condecoração do arquiteto Siza Vieira. Todos, diz Marcelo, são figuras ligadas à liberdade e democracia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.