sicnot

Perfil

Economia

Conversações sobre Grécia com "significativos progressos" mas há "trabalho por fazer"

O Comissário Europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, afirmou hoje que se têm verificado "significativos progressos" nas conversações sobre a crise da dívida grega, mas advertiu que ainda há muito por alcançar. 

Pierre Moscovici, Comissário Europeu dos Assuntos Económicos

Pierre Moscovici, Comissário Europeu dos Assuntos Económicos

© Francois Lenoir / Reuters

Pierre Moscovici afirmou que há ainda "trabalho por fazer", em declarações à radio francesa, depois de uma reunião de emergência, centrada na Grécia, entre líderes da União Europeia, do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Central Europeu (BCE). 

 
 

O encontro, que teve lugar em Berlim, juntou a chanceler alemã, Angela Merkel, e os presidentes francês, François Hollande, da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e do BCE, Mario Draghi, e a diretora do FMI, Christine Lagarde. 

 

Com a Grécia à beira do incumprimento, o objetivo era elaborar uma "proposta final" a apresentar a Atenas, de acordo com o jornal alemão Die Welt. 

 

Contudo, após o encontro, uma nota do Governo alemão indicava apenas que os cinco líderes fizeram o balanço das discussões havidas com Atenas e decidiram prosseguir esta análise "com mais intensidade" e permanecer "em contacto estreito nos próximos dias", como têm estado nos últimos dias, "tanto entre si, como com o Governo grego". 

 

"Estas discussões começam a dar frutos", afirmou Moscovici, manifestando-se otimista. 

 
 

"Há uma base sólida para avançar mas ainda não chegámos lá", pelo que "há esforços que têm de ser feitos de ambos os lados para isso", disse, sublinhando que deseja "ardentemente" que a Grécia permaneça na zona euro, mas que "o tempo está pressionar". 

 
 

Lusa