sicnot

Perfil

Economia

Passos desafia PS a aceitar limite ao endividamento na Constituição

Passos desafia PS a aceitar limite ao endividamento na Constituição

O primeiro-ministro voltou, esta sexta-feira, a desafiar o Partido Socialista a aceitar a inscrição na Constituição de um limite ao endividamento. Num econtro da coligação, em Aveiro, Pedro Passos Coelho disse que esta medida seria importante para que as alterações que o PS quer fazer na Segurança Social não levem a uma aumento da dívida.

  • Passos apela a compromisso no limite para a dívida
    0:55

    País

    O primeiro-ministro apela à disponibilidade do PS para um compromisso em relação à inscrição de um limite para a dívida pública na Constituição. Passos Coelho defende que este tipo de entendimentos não mata as diferenças entre os partidos.

  • Lesados do BES manifestam-se hoje no Porto

    País

    Um grupo de lesados pelo Banco Espírito Santo (BES) concentra-se hoje no Porto, junto ao Novo Banco, para exigir "a totalidade do dinheiro e os juros vencidos até à data", indicou um dos investidores.

  • Árbitros recuam e vão apitar jogos do próximo fim de semana

    Desporto

    Os árbitros recuaram esta quarta-feira na intenção de não comparecer nos jogos do próximo fim de semana. Depois de na terça-feira a maioria dos juízes terem apresentado um pedido de dispensa dos jogos da 12.ª jornada do campeonato, esta quarta-feira adiaram a decisão após uma reunião com o Conselho de Arbitragem.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • Astronautas enviam mensagem no Dia de Ação de Graças
    1:06

    Mundo

    Comemora-se esta quinta-feira o Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos. Mais de 50 milhões de norte-americanos viajam ao encontro da família para celebrar o feriado. Também na Estação Espacial Internacional a data não foi esquecida.

  • Jorge Jesus e Ana Malhoa contra o consumo de sal
    1:21
  • Putin apela a concessões para solução do conflito na Síria
    1:07

    Mundo

    Vladimir Putin afirma que há uma oportunidade real de pôr fim ao conflito na Síria mas avisa que são necessárias concessões de todas as partes envolvidas. O presidente russo recebeu esta quarta-feira os homólogos do Irão e da Turquia em Sochi, na Rússia.