sicnot

Perfil

Economia

Passos diz que PS devia aceitar limitar dívida na Constituição para afastar dúvidas

Passos diz que PS devia aceitar limitar dívida na Constituição para afastar dúvidas

Passos Coelho insiste que o PS devia aceitar a proposta para inscrever na Constituição um limite para a dívida. O primeiro-ministro avança que a chamada regra de ouro afastaria as dúvidas que diz existirem sobre o programa eleitoral do PS.

  • Passos apela a compromisso no limite para a dívida
    0:55

    País

    O primeiro-ministro apela à disponibilidade do PS para um compromisso em relação à inscrição de um limite para a dívida pública na Constituição. Passos Coelho defende que este tipo de entendimentos não mata as diferenças entre os partidos.

  • Passos desafia PS a aceitar limite ao endividamento na Constituição
    1:16

    Economia

    O primeiro-ministro voltou, esta sexta-feira, a desafiar o Partido Socialista a aceitar a inscrição na Constituição de um limite ao endividamento. Num econtro da coligação, em Aveiro, Pedro Passos Coelho disse que esta medida seria importante para que as alterações que o PS quer fazer na Segurança Social não levem a uma aumento da dívida.

  • Costa acusa Passos de insistir no erro da austeridade
    1:17

    País

    Nas primeiras declarações à chegada ao Coliseu, onde decorre a Convenção do PS, António Costa acusou Paulo Portas de confundir a Constituição com a incompetência deste Governo. O líder do PS acusa também o primeiro-ministro de insistir no erro da austeridade.

  • Obras no Miradouro de São de Pedro de Alcântara não foram a concurso
    2:50

    País

    As obras no Miradouro de São Pedro de Alcântara, em Lisboa, arrancaram esta segunda-feira. A intervenção foi adjudicada à construtora Teixeira Duarte sem concurso público. A autarquia justifica esta decisão com o caráter urgente da obra, argumento que não consta do relatório do Laboratório Nacional de Engenheria Civil, a que a SIC teve acesso.

  • Rajadas de vento em Moscovo atingem os 110 km/hora
    0:57

    Mundo

    A passagem de uma tempestade por Moscovo fez pelo menos 11 mortos e mais de 50 feridos. Os ventos fortes, que chegaram aos 110 km/hora, destruíram carros e telhados e provocaram atrasos nos transportes. Na região de Stavropol, mais de 60 mil pessoas foram retiradas de casa por perigo de cheias.