sicnot

Perfil

Economia

Portugal vai antecipar pagamento ao FMI de 2 mil milhões da dívida externa

A ministra das Finanças anunciou este sábado, no Cadaval, que o Governo vai, ao contrário da Grécia, antecipar este mês o pagamento de 2 mil milhões de euros ao Fundo Monetário Internacional (FMI) para poupar nos juros.

A ministra das Finanças adiantou que o Governo "já iniciou os procedimentos" para esse fazer o reembolso antecipado "ainda este mês". (Arquivo)

A ministra das Finanças adiantou que o Governo "já iniciou os procedimentos" para esse fazer o reembolso antecipado "ainda este mês". (Arquivo)

Francisco Seco / AP

"Vamos reembolsar antecipadamente perto de 2 mil milhões de euros ao FMI para poupar nos juros e fazemos este reembolso antecipado porque, com o nosso trabalho, conseguimos que os juros que pagamos no mercado da dívida sejam efetivamente mais baixos", afirmou Maria Luísa Albuquerque.

A ministra das Finanças, que falava durante um jantar com militantes da distrital do PSD/Oeste, no concelho do Cadaval, adiantou que o Governo "já iniciou os procedimentos" para esse fazer o reembolso antecipado "ainda este mês".

"Se a situação exterior é assim tão favorável, basta compararmo-nos com outro país da Europa que, em vez de antecipar pagamentos ao FMI, os adia", sublinhou a governante dirigindo-se ao PS que, lembrou, foi um dos partidos da esquerda a fazer "referências elogiosas ao Governo" grego, liderado por Alex Tsipras.

A ministra das Finanças explicou que a antecipação das prestações para diminuir a dívida externa é possível graças ao "caminho de responsabilidade" que o Governo PSD/CDS-PP tem vindo a seguir, no sentido de reduzir a despesa e do défice que, recordou, era "superior a 11% do Produto Interno Bruto" quando o atual Governo entrou em funções, e que deverá ser "superior a 3% no final deste ano".

Do lado da despesa, sublinhou a redução do peso do Estado, dando como exemplos a poupança de 22 milhões de euros nos últimos quatro anos, com os automóveis oficiais do Estado, optando por gamas "mais baratas".
Lusa
  • Portugal com 3.ª maior dívida pública da UE

    Economia

    A dívida pública recuou, em termos homólogos, na zona euro e na União Europeia (UE), no primeiro trimestre, tendo Portugal registado a terceira maior dos 28 (130,5%), depois da Grécia e de Itália, divulga hoje o Eurostat.

  • Crianças no Daesh - 2ª Parte
    23:43
  • Montenegro e o futuro do PSD: "Não vou pedir licença para avançar"
    1:41

    País

    Luís Montenegro admite que se achar que é a pessoa ideal para a liderança do PSD, não vai pedir licença a ninguém para avançar. Em entrevista à SIC Notícias, o ex-líder parlamentar do PSD diz que está ao lado de Passos Coelho mas sublinha que é importante que haja uma clarificação na liderança do partido.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Estes engenheiros não tiveram formação para exercer arquitetura"
    7:00

    País

    O Parlamento aprovou esta quarta-feira as propostas do PSD e do PAN para devolver aos engenheiros a possibilidade de assinarem projetos de arquitetura. Os aquitetos discordam da medida. José Manuel Pedreirinho, presidente da Ordem dos arquitetos, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

    Entrevista SIC Notícias

  • "Foi uma grande honra ser deputado"
    1:23

    País

    Alberto Martins vai deixar a vida política, o socialista renunciou esta quarta-feira ao cargo de deputado, que ocupava há 30 anos, com algumas interrupções. Alberto Martins desempenhou funções de ministro da Reforma do Estado no segundo Governo de António Guterres, e de ministro da Justiça no segundo Executivo liderado por josé Sócrates. O socialista vai ser substituído por Hugo Carvalho.