sicnot

Perfil

Economia

Exportações sobem 8,2% em abril

As exportações aumentaram 8,2% e as importações 7,4% no trimestre terminado em abril, face ao mesmo período de 2014, tendo a taxa de cobertura crescido 0,6 pontos percentuais para 84,3%, informa hoje o INE.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Rafael Marchante / Reuters

egundo o Instituto Nacional de Estatística (INE), no período, o défice da balança comercial aumentou 67,2 milhões de euros para 2.343,3 milhões de euros, tendo-se destacado Angola como o país de destino das exportações portuguesas em que estas evidenciaram a maior redução (-23,6%).

O aumento de 8,2% das exportações e de 7,4% das importações de fevereiro a abril compara com um crescimento de 3,8% e uma queda de 1,4%, respetivamente, no 1.º trimestre de 2015.

Considerando apenas o mês de abril, as exportações de bens aumentaram 9,7% e as importações de bens 16,0% face ao mês homólogo (+11,1% e +10,6% em março de 2015, respetivamente).

Em abril, as exportações aumentaram principalmente devido à evolução do comércio intra-União Europeia (UE), traduzindo o acréscimo generalizado de quase todos os grupos de produtos, em especial nos combustíveis minerais, máquinas e aparelhos e produtos agrícolas).

Já as importações subiram devido à evolução, tanto do comércio intra-UE como do comércio extra-UE, refletindo os aumentos registados na totalidade dos grupos de produtos, mas sobretudo nos combustíveis minerais, produtos químicos e veículos e outro material de transporte. 

Excluindo os combustíveis e lubrificantes, em abril, as exportações aumentaram 5,5% e as importações subiram 13,2% face ao mês homólogo (respetivamente +8,7% e +9,9% em março de 2015).

No que se refere às variações face ao mês anterior, em abril de 2015 as exportações diminuíram 2,9%, em resultado da evolução registada em ambos os tipos de comércio, destacando-se em relação aos bens transacionados o vestuário, o calçado e os produtos químicos.

As importações diminuíram 0,2%, devido à evolução do comércio intra-UE (em especial nos veículos e outro material de transporte e metais comuns), dado que nas importações extra-UE se verificou um aumento.

Numa análise por grandes categorias económicas, o INE regista, no trimestre terminado em abril e face ao período homólogo, aumentos das exportações em todas as categorias, com "especial destaque" para os acréscimos nos combustíveis e lubrificantes (+61,2%), nomeadamente os produtos transformados.

No que se refere às importações, destaca o aumento de 21,4% no material de transporte e acessórios, sobretudo os automóveis para transporte de passageiros, sendo que as importações de combustíveis e lubrificantes caíram 5,9%.



PD // CSJ

Lusa/fim



NewsSubjects:- Economia, Negócios e Finanças - Estatísticas (Economia) - Economia (geral) - comércio externo 

20150609T120846
  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Marcelo descobre que vê mal "ao longe à esquerda"
    2:05

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa recebeu uma declaração dos médicos contra a despenalização da eutanásia. A audiência ao atual bastonário e cinco antecessores acontece a uma semana do tema ir a debate no Parlamento, e no dia em que o Presidente da República foi a estrela do Dia da Segurança Infantil. Marcelo aproveitou para fazer um rastreio à visão e concluiu que tem que estar "atento", à esquerda, ao longe".

  • PS "vai ficar em banho-maria durante anos" por causa de Sócrates
    0:59

    País

    Miguel Sousa Tavares considera que o PS vai ficar em "banho-maria" durante anos por causa de José Sócrates. Em entrevista na SIC Notícias, o comentador criticou os dirigentes socialistas pela forma como se tentaram demarcar do ex-primeiro-ministro e disse que António Costa devia ter tomado uma atitude mais concreta.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC