sicnot

Perfil

Economia

Frente Comum convoca concentração de funcionários públicos para 26 de junho

A Frente Comum vai realizar uma concentração de trabalhadores da administração pública, em frente à Assembleia da República, em Lisboa, no dia 26 de junho, em protesto contra as medidas de austeridade e a violação dos direitos laborais.

MANUEL DE ALMEIDA

Em comunicado hoje enviado, a Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública afirma que, "face às medidas de esbulho de direitos -- que os trabalhadores da Administração Pública não esquecem e não perdoam -- e as promessas de continuidade por parte de alguns partidos", decidiu convocar todos os trabalhadores para uma concentração, num protesto marcado para as 10:30 do dia 26 de junho.

Para a Frente Comum, "não é possível defender a administração pública e os serviços públicos com mais cortes salariais e nas pensões, com a continuidade das 40 horas [de trabalho por semana] e com a violação da contratação coletiva", repudiando também que se façam "mais despedimentos, mais encerramentos de serviços" e que se prossiga com a "destruição das carreiras e a violação dos direitos dos trabalhadores".

A Frente Comum defende que "há alternativas", dizendo esperar "uma grande concentração de sindicatos da Frente Comum na demonstração da luta e da mobilização das populações contra a continuidade destas políticas".

Lusa
  • Adesão à greve ronda 80%, garante Frente Comum
    1:17

    Economia

    O balanço será feito ao fim do dia, mas a Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública avança que a adesão à greve ronda os 80%. Educação, justiça, administração local e saúde são as áreas mais afetadas. Em conferência de imprensa, Ana Avoila revelou ainda que em alguns sectores, houve funcionários substituídos.

  • Greve parou educação, saúde e justiça

    Economia

    A greve da função pública está a afectar sobretudo os sectores da educação, justiça, administração local e saúde. A Frente Comum fala de uma participação entre os  75%  e 100%. Eis os efeitos da paralisação, de norte a sul.

  • Sismo abala centro de Itália

    Mundo

    A capital da Itália foi esta manhã sacudida por três sismos em apenas uma hora, de entre 5,3 e 5,7 na escala de Richter, não havendo até ao momento registo de vítimas.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".