sicnot

Perfil

Economia

TAP iria falir se não fosse privatizada, diz Passos

TAP iria falir se não fosse privatizada, diz Passos

O primeiro-ministro considerou hoje o que Governo aprovou a privatização da TAP com "muita coragem" e associou o PS ao processo, afirmando que começou em 1997 com um executivo socialista. Para Passos Coelho, caso a empresa não tivesse sido vendida, o seu futuro poderia passar pela insolvência.

Pedro Passos Coelho falou sobre a privatização da TAP durante uma visita a uma pousada na Praça do Comércio, em Lisboa, sem referir o nome do comprador - o consórcio Gateway, do empresário norte-americano e brasileiro David Neeleman e do empresário português Humberto Pedrosa - e remeteu esclarecimentos sobre o processo para a conferência de imprensa do Conselho de Ministros.

"Sei que o Conselho de Ministros já concluiu o seu trabalho e já tomou uma decisão nesta matéria. E é muito importante que o pudesse ter feito, na medida em que pelo menos desde 1997 que os governos andam a ver se conseguem resolver o problema da TAP. São já muitos anos. Temos de concordar que não temos sido muito eficientes nestes últimos 18 anos a resolver um problema que se tem agravado: cada ano que passa, agrava-se", declarou.


Com Lusa
  • TAP vendida a David Neeleman e Humberto Pedrosa

    Economia

    David Neeleman e Humberto Pedrosa vão ser donos de 61% da TAP. O Agrupamento Gateway, consórcio do norte-americano e da Barraqueiro, venceu a corrida à privatização da companhia aérea portuguesa, anunciou hoje o Governo, após a reunião do Conselho de Ministros.

  • "Ganha a TAP (...) e o contribuinte"
    4:09

    José Gomes Ferreira

    José Gomes Ferreira lembra que o consórcio liderado por David Neeleman, que venceu a privatização da TAP, fica agora com uma empresa cheia de problemas. Quem ganha é mesmo a TAP, que será recapitalizada "e sobretudo o contribuinte".

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.