sicnot

Perfil

Economia

TAP iria falir se não fosse privatizada, diz Passos

TAP iria falir se não fosse privatizada, diz Passos

O primeiro-ministro considerou hoje o que Governo aprovou a privatização da TAP com "muita coragem" e associou o PS ao processo, afirmando que começou em 1997 com um executivo socialista. Para Passos Coelho, caso a empresa não tivesse sido vendida, o seu futuro poderia passar pela insolvência.

Pedro Passos Coelho falou sobre a privatização da TAP durante uma visita a uma pousada na Praça do Comércio, em Lisboa, sem referir o nome do comprador - o consórcio Gateway, do empresário norte-americano e brasileiro David Neeleman e do empresário português Humberto Pedrosa - e remeteu esclarecimentos sobre o processo para a conferência de imprensa do Conselho de Ministros.

"Sei que o Conselho de Ministros já concluiu o seu trabalho e já tomou uma decisão nesta matéria. E é muito importante que o pudesse ter feito, na medida em que pelo menos desde 1997 que os governos andam a ver se conseguem resolver o problema da TAP. São já muitos anos. Temos de concordar que não temos sido muito eficientes nestes últimos 18 anos a resolver um problema que se tem agravado: cada ano que passa, agrava-se", declarou.


Com Lusa
  • TAP vendida a David Neeleman e Humberto Pedrosa

    Economia

    David Neeleman e Humberto Pedrosa vão ser donos de 61% da TAP. O Agrupamento Gateway, consórcio do norte-americano e da Barraqueiro, venceu a corrida à privatização da companhia aérea portuguesa, anunciou hoje o Governo, após a reunião do Conselho de Ministros.

  • "Ganha a TAP (...) e o contribuinte"
    4:09

    José Gomes Ferreira

    José Gomes Ferreira lembra que o consórcio liderado por David Neeleman, que venceu a privatização da TAP, fica agora com uma empresa cheia de problemas. Quem ganha é mesmo a TAP, que será recapitalizada "e sobretudo o contribuinte".

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.