sicnot

Perfil

Economia

TAP vendida a David Neeleman e Humberto Pedrosa

David Neeleman e Humberto Pedrosa vão ser donos de 61% da TAP. O Agrupamento Gateway, consórcio do norte-americano e da Barraqueiro, venceu a corrida à privatização da companhia aérea portuguesa, anunciou hoje o Governo, após a reunião do Conselho de Ministros.

© Paulo Whitaker / Reuters

O Governo tomou a decisão esta manhã em Conselho de Ministros, tinha já avançado à SIC fonte do Executivo. Foi oficialmente anunciada pelo ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Poiares Maduro.

O valor da privatização da TAP ainda não é conhecido e vai depender o desempenho da empresa em 2015.  O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, garantiu que a proposta da Gateway garantia melhores respostas aos problemas do grupo TAP e a entrada de mais dinheiro para resolver a crise financeiros da empresa.


O dono da Azul Linhas Aéreas Brasileiras juntou-se ao presidente da portuguesa Barraqueiro, Humberto Pedrosa, e era o único concorrente com capital nacional. O projecto dos empresários aposta na renovação da frota da TAP no médio prazo e na injeção de dinheiro fresco na companhia.
 
Para trás ficou a proposta de Germán Efromovich, que pela segunda vez tentava sozinho comprar a TAP.
  • TAP privatizada à terceira tentativa
    3:21

    Economia

    O Governo decidiu hoje vender o grupo TAP ao consórcio Gateway, do norte-americano David Neeleman e do português Humberto Pedrosa. Esta é a terceira tentativa de reprivatização da companhia aérea, depois da primeira, em 1997, ainda num governo de Guterres, e da segunda, em 2012, já com o atual governo. E mesmo desta vez o processo voltou a não ser pacífico

  • "Ganha a TAP (...) e o contribuinte"
    4:09

    José Gomes Ferreira

    José Gomes Ferreira lembra que o consórcio liderado por David Neeleman, que venceu a privatização da TAP, fica agora com uma empresa cheia de problemas. Quem ganha é mesmo a TAP, que será recapitalizada "e sobretudo o contribuinte".

  • Privatização da TAP: o perfil de Neeleman
    2:38

    Economia

    O dono da Azul, o norte-americano David Neeleman, juntou-se ao presidente da portuguesa Barraqueiro, e era o único concorrente com capital nacional à privatização da TAP. O projeto dos empresários aposta na renovação da frota da TAP no médio prazo, e na injecção de dinheiro fresco na companhia.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa. A Direção-Geral de Saúde vai divulgar ainda esta terça-feira as normas de orientação clínica para que os médicos possam lidar da melhor maneira com este surto.

  • Bruno de Carvalho e Octávio Machado suspensos

    Desporto

    O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o diretor-geral para o futebol, Octávio Machado, foram esta terça-feira suspensos pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, na sequência de uma queixa apresentada pelo Benfica em novembro de 2015.

  • Corredora exausta é levada ao colo até à meta na meia maratona do amor
    1:06

    Mundo

    Aconteceu este domingo em Filadélfia, EUA. A poucos metros da meta uma corredora exausta é amparada por dois colegas. Mas o cansaço é tanto que fica sem força nas pernas. É quando aparece a terceira ajuda. Um homem volta para trás e leva-a no colo até à meta. A centímetros do fim larga-a para que a corredora possa atravessar a meta pelo seu próprio pé.

    Patrícia Almeida

  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho