sicnot

Perfil

Economia

Moody's sobe "ratings" dos depósitos do Santander Totta e Montepio

A agência de notação financeira Moody's subiu o "rating" dos depósitos de longo prazo do Santander Totta e Montepio Geral e baixou o da CGD e Banif, tendo ainda melhorado a avaliação de crédito individual da CGD, BCP e Banif.

Mark Lennihan/ AP

Em comunicado, a agência refere que "as operações dos bancos portugueses têm uma forte componente doméstica, pelo que estão constrangidas pelo ainda muito desafiante ambiente macroeconómico português, caracterizado por uma muito elevada dívida pública e do setor privado, fraca perspetiva de crescimento económico e suscetibilidade moderada ao risco".

"A avaliação de crédito individual dos bancos portugueses -- cuja média é b3 -- reflete os seus muito modestos rácios financeiros base, incluindo um elevado nível de empréstimos problemáticos; uma melhorada, mas ainda relativamente fraca capacidade de absorção de perdas; e melhorias de liquidez graças à desalavancagem dos respetivos balanços e melhor acesso ao mercado", lê-se no documento.

Na análise que fez a seis bancos portugueses, a Moody's cortou o 'rating' dos depósitos de longo prazo e da dívida sénior da Caixa Geral de Depósitos (CGD) de B1 para Ba3, mas melhorou a avaliação de crédito individual para b3, "reconhecendo a forte liquidez do banco e sua posição enquanto maior instituição de depósitos do país, agora com um melhorado acesso ao mercado".

"A perspetiva para os 'ratings' dos depósitos de longo prazo da CGD é estável, mas negativa no que respeita ao 'rating' da dívida sénior de longo termo, refletindo as pressões em baixa de uma desalavancagem da folha de balanço mais lenta do que o previsto", acrescenta.

No que respeita ao Banco Comercial Português (BCP), a Moody's manteve os 'ratings' dos depósitos de longo prazo e da dívida sénior no nível B1, tendo melhorado a avaliação de crédito individual, apesar da ainda "fraca capacidade de absorção de riscos do banco, mesmo com o apoio público recebido em 2012".

A favor pesaram os melhores (embora "ainda fracos") rácios de liquidez e os mais estáveis riscos ao nível dos ativos detidos.

Já no caso do Banco Português do Investimento (BPI), a confirmação no nível Ba3 dos 'ratings' dos depósitos de longo prazo e da dívida sénior, com um prognóstico "estável", reflete a avaliação de crédito individual b1 do banco, com a sua ainda "fraca capacidade de absorção de riscos e os seus fracos níveis de rentabilidade", contrabalançada pelo "posicionamento sólido em Portugal".

O Banco Santander Totta recebeu, por sua vez, uma subida no 'rating' dos depósitos para Baa3/prime-3 e a confirmação dos 'ratings' da dívida sénior em Ba1/Not Prime, enquanto a Caixa Económica Montepio Geral viu melhorada a avaliação dos seus depósitos de longo prazo e dívida sénior para B1, em reflexo da "reduzida taxa de risco resultante do substancial volume de depósitos", e o Banif sofreu em corte para Caa2 dos 'ratings' dos depósitos de longo prazo e uma subida da avaliação de crédito individual para caa2, devido à "melhoria do perfil de liquidez".

Lusa
  • "Estamos vivos"
    11:41

    Reportagem Especial

    Os incêndios de 15 de outubro provocaram sete milhões de euros de prejuízos em empresas da região Norte. Castelo de Paiva foi o concelho mais atingido, o fogo destruiu várias casas e empresas que davam trabalho a cerca de 200 pessoas. Um mês depois do incêndio, a Reportagem Especial da SIC foi ver o que está a ser feito para ajudar a população.

  • Administrador recebia 420 mil € por ano quando aldeamento passava dificuldades
    4:39

    Operação Marquês

    A Caixa Geral de Depósitos tentou cortar para metade o salário do presidente do Conselho de Administração de Vale do Lobo, mas não conseguiu. Diogo Gaspar Ferreira ganhava 420 mil euros por ano, quando o empreendimento estava enterrado em dívidas. A Autoridade Tributária estima também que o arguido da Operação Marquês não tenha declarado 400 mil euros pagos pelo aldeamento.

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Notas e moedas têm os dias contados?
    6:27
  • Político oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.

  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Peru faz aparição especial na Casa Branca
    1:10

    Mundo

    Os norte-americanos estão a preparar-se para o tradicional Dia de Ação de Graças, assinalado na próxima quinta-feira. O tradicional peru fez esta terça-feira uma aparição especial na sala de conferências de imprensa, na Casa Branca, em Washington. O peru é o prato tradicional no Dia de Ação de Graças, uma data de louvor a Deus, que remonta ao século XVII e que é celebrada na quarta quinta-feira de novembro, sobretudo nos Estados Unidos da América e no Canadá.

  • Sara Sampaio brilha em Xangai
    1:50