sicnot

Perfil

Economia

Reestruturação da TAP vai ser ajustado mas pode implicar despedimentos

Reestruturação da TAP vai ser ajustado mas pode implicar despedimentos

Fernando Pinto vai ficar na TAP até que os novos donos entrem na companhia, o que pode acontecer só no princípio do próximo ano, já que, para o negócio se concretizar, falta ainda o "OK" da Autoridade da Concorrência e de Bruxelas. Até lá, a companhia vai arrumar a casa. Ao que a SIC apurou, o plano de reestrutração, que já estava previsto, vai ser reajustado mas vai mesmo entrar em vigor antes dos novos donos entrarem em ação. Esta reestrturação passa, por exemplo, pela suspesnão de rotas, o que pode levar a que a companhia fique com trabalhadores a mais, e que seja preciso prescindir de alguns, ainda que a hipótese não seja admitida, por agora, pelo secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro.

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.