sicnot

Perfil

Economia

250 mil funcionários públicos que ganham menos de 1500€ sem aumentos até 2018

Cerca de 250 mil funcionários públicos que ganham menos de 1500 euros não vão ter aumentos até 2018. São trabalhadores que tinham escapados aos cortes mas que nos próximos três anos vão manter os vencimentos, sem qualquer aumento. 

(Arquivo)

(Arquivo)

Lusa

De acordo com o Jornal de Noticias, 40%, mais de um terço dos trabalhadores do Estado, vai assim manter o salário que tinha em 2010. 


O último aumento salarial na função pública foi em 2009 e, nos últimos cinco anos, as progressões na carreira têm estado congeladas. 


  • Coligação quer terminar com cortes nos salários da função pública gradualmente
    1:00

    Economia

    No total, a coligação apresentou nove garantias aos portugueses no programa que foi conhecido hoje. Entre elas, estão as já conhecidas no programa de estabilidade: acabar com a sobretaxa do IRS, no máximo, até 2019 e terminar, também, de forma gradual com os cortes nos salários dos funcionários públicos. O líder do CDS disse ainda que a coligação vai voltar a insistir na inscrição de um limite para a dívida pública na consituição.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.