sicnot

Perfil

Economia

Transferências iguais ou superiores a mil euros vão ser alvo de fiscalização apertada

Os bancos vão ser obrigados a fiscalizar, com exatidão, os dados de quem transfere ou recebe valores iguais ou superiores a mil euros. O objetivo é prevenir o branqueamento de capitais bem como o financiamento terrorista, segundo o Diário de Notícias. 

Estas medidas surgem quatro meses depois de ter sido descoberto um dos maiores escândalos financeiros das últimas décadas que envolve o HSBC

Estas medidas surgem quatro meses depois de ter sido descoberto um dos maiores escândalos financeiros das últimas décadas que envolve o HSBC

© Arnd Wiegmann / Reuters

As novas regras, definidas pela Comissão Europeia, entram em vigor dentro de 10 dias e são válidas para todos os estados membros, Portugal incluído.  


Este pacote de medidas surge quatro meses depois de ter sido descoberto um dos maiores escândalos financeiros das últimas décadas que envolve o HSBC. A filial suíça, em Genebra, terá ajudado os clientes a ocultar milhares de milhões de euros através de paraísos fiscais.  

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.