sicnot

Perfil

Economia

Greve de sexta-feira na Groundforce pode causar perturbações no aeroporto de Lisboa

A greve de sexta-feira na Groundforce, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (Sitava), pode causar perturbações nos serviços de assistência em terra no aeroporto de Lisboa, disse à Lusa o dirigente sindical Fernando Henriques.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Hugo Correia / Reuters

Inserida na semana de luta nos transportes, o Sitava convocou uma greve parcial na empresa de 'handling' (assistência em terra), entre as 09:00 e as 15:00 de sexta-feira, que contesta as privatizações no setor. 

Em declarações à Lusa, o coordenador do Sitava Fernando Henriques disse que "haverá seguramente perturbações" nos serviços de assistência em terra do aeroporto da Portela, adiantando que o recurso a trabalhadores temporários e prestadores de serviço deverá minimizar o impacto da paralisação. 

A partir das 10:00, os trabalhadores da Groundforce vão concentrar-se numa ação de protesto em frente ao Tribunal de Contas, em Lisboa, reclamando que a instituição liderada por Guilherme d'Oliveira Martins faça uma escrutínio apertado às sucessivas operações de privatização e concessão no setor levadas a cabo por este Governo. 

"Houve uma denúncia ao Tribunal de Contas sobre a negociata entre a Urbanos, a TAP e o Governo, que culminou com a entrada da empresa no capital da SPDH [Groundforce], sem que tenha posto lá um euro", disse Fernando Henriques. 

Após a concentração, os trabalhadores da empresa de assistência em terra seguem até ao Ministério da Economia, que tem a tutela dos transportes. 

A empresa de assistência em terra é detida em 49,9% pela TAP e em 50,1% pela Urbanos, na sequência de um acordo anunciado em 2012 e fechado em 2013. 





Lusa
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.