sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a subir a cinco e a dez anos para máximos desde outubro

Os juros da dívida de Portugal estavam hoje a subir a cinco e a dez anos para máximos desde meados de outubro e no mesmo sentido a dois anos, mas para níveis registados em fevereiro.    

(LUSA/ ARQUIVO)

Os juros da Grécia a dois anos estavam a cair, mas próximos dos 30%, enquanto os da Irlanda, Itália e Espanha estavam em alguns prazos em máximos dos últimos seis meses. 

Hoje, cerca das 08:50 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a subir para 3,355%, valor máximo desde meados de outubro de 2014, contra 3,253% na segunda-feira. O atual mínimo de sempre é de 1,560% e foi registado a 13 de março passado.                                                                                            

Os juros a cinco anos também estavam a subir, para 2,005%, também um máximo desde meados de outubro de 2014, contra 1,901% na segunda-feira e o mínimo de sempre, de 0,749%, a 10 de abril passado.         

No mesmo sentido, os juros a dois anos estavam a subir para 0,258%, próximos dos valores de fevereiro, contra 0,216% na segunda-feira e longe do mínimo de sempre, de 0,013%, registado a 13 de abril passado.     

Depois de ter iniciado a 09 de março passado um programa inédito de compra de dívidas soberanas e privadas, que vai permitir a injeção de 60 mil milhões de euros por mês, até, pelo menos, setembro de 2016, na economia da zona euro, na esperança de a redinamizar, o Banco Central Europeu (BCE) manteve as taxas de juro inalteradas em mínimos na última reunião de política monetária de 03 de junho.         

Os efeitos do programa fizeram sentir-se, por antecipação, nas taxas de juro das dívidas soberanas, que evoluem em sentido inverso ao da procura e têm renovado mínimos diariamente. Algumas das taxas tornaram-se negativas nos prazos mais curtos, ou seja, os investidores estão dispostos a pagar para deter estes títulos por os considerarem muito seguros.   

A 17 de maio de 2014, Portugal abandonou oficialmente o resgate sem qualquer programa cautelar.

O programa de ajustamento pedido por Portugal à 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional), no valor de 78 mil milhões de euros, esteve em vigor durante cerca de três anos.

Hoje, os juros da dívida soberana da Irlanda estavam estáveis a dois anos e a subir a cinco e dez anos, enquanto os de Itália e de Espanha estavam a subir em todos os prazos, nalguns prazos para máximos dos últimos seis meses. 

Em relação aos juros da Grécia, estes estavam a descer a cinco e a subir a dez anos para valores em torno dos 29,205%, um máximo dos últimos seis meses, e 12,693%, respetivamente.


Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha cerca das 08:50:

2 anos... 5 anos... 10 anos 


Portugal 


16/06..... 0,258......2,005....3,355

15/06..... 0,216......1,901....3,253


Grécia 



16/06.....29,205....n disp...12,693

15/06.....29,670....n disp...12,315



Irlanda



16/06.......0,131.....0,767....1,806

15/06.......0,131.....0,742....1,771



Itália



16/06......0,535......1,461....2,429

15/06......0,456......1,358....2,357

 

Espanha



16/06......0,536......1,352....2,506

15/06......0,453......1,254....2,410



Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.


Lusa



  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38