sicnot

Perfil

Economia

Taxa de emprego sobe 0,8% na zona euro no 1º trimestre

A taxa de emprego aumentou 0,8% na zona euro e 1,1% na União Europeia (UE) no primeiro trimestre do ano, face ao mesmo período de 2014, divulga hoje o Eurostat. Em Portugal, aumentou 1,4%.

reuters

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, face ao quarto trimestre de 2014, o número de pessoas empregadas cresceu 0,1% na zona euro e 0,3% na UE entre janeiro e março deste ano.

Portugal registou a quarta maior subida da taxa de emprego (0,7%) na comparação em cadeia [de trimestre para trimestre], a par da República Checa, Irlanda, e Reino Unido, tendo a Letónia e Hungria (1,5% cada), a Estónia (0,9%) e a Espanha (0,8%) conhecido os maiores aumentos no primeiro trimestre de 2015.

Grécia (-0,8%) e Malta (-0,4%) foram os Estados-membros onde a taxa de emprego caiu, estabilizando na Alemanha, França, Itália e Holanda, também na comparação em cadeia.

Na comparação homóloga não houve descidas no indicador, com a Estónia (3,6%), a Hungria (3,4%), a Espanha (2,9%) e a Croácia (2,7%) a registarem as maiores subidas na taxa de emprego, que estabilizou em França, Chipre, Letónia e Finlândia.

Em Portugal, a taxa de emprego aumentou 1,4% no primeiro trimestre de 2015 face ao mesmo período de 2014.

Segundo as estimativas do Eurostat, 228,1 milhões de homens e mulheres tinham emprego na UE  entre janeiro e março, 150,3 milhões dos quais na zona euros, números corrigidos das variações sazonais.

A taxa de emprego corresponde ao número de pessoas empregadas em percentagem da população do mesmo grupo etário.



  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC