sicnot

Perfil

Economia

Reserva Federal mantém taxas de juro e mostra-se mais pessimista nas previsões

A Reserva Federal (Fed), banco central norte-americano, deixou esta quarta-feira inalteradas as suas taxas de juro e mostrou-se mais pessimista sobre o crescimento económico e o desemprego nos Estados Unidos em 2015.

A presidente da Reserva Federal, Janet Yellen.

A presidente da Reserva Federal, Janet Yellen.

© Carlos Barria / Reuters

O Produto Interno Bruto (PIB) deverá aumentar entre 1,8% e 2%, em ritmo anual no último trimestre de 2015, uma revisão em baixa em relação ao intervalo entre 2,3% e 2,7% previsto em março passado, de acordo com as novas projeções trimestrais do comité de política monetária da Fed.

Para 2016, as previsões de crescimento situam-se entre 2,4% e 2,7%, sem grandes alterações em relação às anteriores.

Quanto à taxa de desemprego em 2015, a previsão do banco central norte-americano indica que deverá ficar entre 5,2% e 5,3%, quando até agora previa que ficasse entre 5% e 5,2%. 

Em maio, a taxa de desemprego nos Estados Unidos estava em 5,5%.

Após uma reunião de dois dias, a Fed decidiu também deixar as suas taxas de juro próximas de zero, um nível que se mantém desde finais de 2008.
Lusa
  • Penélope Cruz diz que contos de fadas são muito machistas

    Cultura

    Penélope Cruz revelou recentemente o sentimento de descontentamento com os contos de fadas que, a seu ver, são muito machistas. A atriz de 43 anos confessou que lê as histórias aos filhos, Leonardo de sete anos e Luna de quatro, mas que opta por alterar sempre o final.

    SIC

  • Kurt Cobain homenageado no dia em que faria 51 anos

    Cultura

    No dia em que faria 51 anos, se estivesse vivo, Kurt Cobain foi homenageado pela viúva, Courtney Love, e a filha do casal, Frances Bean. Através de publicações no Instagram, mãe e filha lembraram o fundador, vocalista e guitarrista dos Nirvana, que vai ficar para sempre na história da música.

    SIC

  • Google Maps esconde mansão de Puigdemont na Bélgica

    Mundo

    Depois de fugir de Espanha, Carles Puigdemont refugiou-se na Bélgica para evitar uma possível extradição. O refúgio que encontrou foi uma mansão no município de Waterloo, por 4.400 euros ao mês. Agora, a pedido do ex-presidente do Governo da Catalunha, essa mesma mansão foi "apagada" do Google Maps.

    SIC

  • 50 empresas estão a recrutar na Universidade Católica
    1:46

    Economia

    A Universidade Católica de Lisboa reuniu 50 empresas nacionais e internacionais numa feira de emprego esta terça-feira e amanhã. As empresas procuram novos candidatos para os lugares que têm disponíveis nos departamentos de Economia, Finanças e Gestão.