sicnot

Perfil

Economia

Varoufakis "não acredita" num acordo no Eurogrupo na quinta-feira

O ministro grego das Finanças, Yanis Varoufakis, declarou hoje em Paris que não acredita num acordo sobre a dívida, no âmbito do Eurogrupo previsto para quinta-feira no Luxemburgo.

© Charles Platiau / Reuters

Questionado em Paris, durante um encontro com o secretário-geral da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Angel Gurria, sobre a possibilidade de um acordo, Varoufakis respondeu: "Eu não acredito." "Neste momento, são os dirigentes políticos que devem chegar a um acordo", acrescentou, citado pela AFP.

A Grécia deve reembolsar o Fundo Monetário Internacional (FMI) em cerca de 1,5 mil milhões de euros, no final do mês de junho, e não tem dinheiro suficiente para cumprir este prazo e ao mesmo tempo continua a pagar aos funcionários públicos e as reformas.

Atenas conta com o pagamento de 7,2 mil milhões de euros de ajudas, no âmbito de um segundo plano de resgate do FMI e da zona euro, mas os credores condicionam o pagamento desta soma a um programa de reformas sobre o qual as duas partes não chegaram por enquanto a acordo.

  "Este governo foi eleito para defender o povo grego com um programa de reformas muito ambicioso", explicou Varoufakis, acrescentando que espera que este plano seja tomado em conta.

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, que tinha declarado na véspera pensar que podia ainda fazer "dois ou três gestos" face aos credores, preveniu que "se a Europa insiste sobre as reformas, deverá aceitar o preço".

Um acordo, que poderia ser encontrado no âmbito de uma cimeira europeia especial, talvez no domingo em Bruxelas, deveria ainda ser aprovado pelos parlamentos de muitos países, incluindo a Alemanha, antes de dia 30 de junho.

O ministro francês das Finanças, Michel Sapin, estimou hoje por seu turno que uma falha das negociações com Atenas, que poderia conduzir à saída da Grécia da zona euro e mesmo da União Europeia, "seria gravíssima para a Grécia mas também extremamente grave para o projeto europeu".

Lusa
  • PM grego acusa credores de quererem derrubar Governo e pilharem o país
    1:32

    Crise na Grécia

    Cresce a tensão na Grécia depois de um fim de semana de negociações falhadas entre o Governo de Atenas e os credores internacionais. Em entrevista ao jornal alemão Bild, o ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis, voltou a afirmar que a Grécia não vai apresentar uma nova lista de reformas ao Eurogrupo. Numa declaração escrita, Tsipras, o primeiro -ministro grego, acusou os credores de quererem derrubar o Governo do Syriza. O Eurogrupo reúne-se na quinta-feira para voltar a tentar um acordo.

  • Varoufakis recusa apresentar nova lista de reformas ao Eurogrupo

    Crise na Grécia

    A Grécia não vai apresentar uma nova lista de reformas ao Eurogrupo. A garantia foi deixada pelo ministro grego das finanças ao jornal alemão Bild. Depois do falhanço nas negociações deste fim de semana e a dois dias da próxima reunião do Eurogrupo. Yanis Varoufakis recusa apresentar propostas que não tenham sido discutidas ou negociadas a um nível inferior. 

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.