sicnot

Perfil

Economia

Pescadores alertam que quota da sardinha pode levar ao fim do setor em 2016

A Federação dos Sindicatos do Setor da Pesca aprovou hoje uma resolução que defende o alargamento de quota da sardinha e a criação de apoios, alertando que a manter-se a atual situação o setor pode acabar em 2016.

© Antara Photo Agency / Reuters

"Chegamos a 2016 e podemos não ter setor", alertou, na Leirosa, Figueira da Foz, o coordenador da Federação dos Sindicatos do Setor da Pesca, Frederico Pereira, considerando a atual quota de sardinha atribuída até ao final do ano como "insuficiente".

Segundo o sindicalista, a quota de nove mil toneladas de sardinha pode acabar "em setembro ou antes", sendo que uma atividade "não se aguenta trabalhando três ou quatro meses por ano".

A haver imposições, estas devem ser seguidas de compensações financeiras face às remunerações "que os pescadores perdem", disse à agência Lusa Frederico Pereira.

A definição de quotas, na sua ótica, não pode ser efetuada apenas "para Portugal, mas para todo o espaço ibérico", frisando que Marrocos, Espanha e França já se transformaram "nos primeiros fornecedores da indústria de conservas nacional", afirmou o dirigente sindical à margem da Tribuna Pública Nacional, promovida pela federação e que decorreu hoje na Leirosa, Figueira da Foz.

"Há uns largos anos chegámos a pescar cerca de 100 mil ou 150 mil toneladas. A quota hoje é insuficiente para a frota que temos e até para o abastecimento de pescado ao público e à indústria conserveira", frisou, referindo que "ninguém quer vir para a pesca com estas condições".

A resolução aprovada na tribuna aponta também para a necessidade de "promoção de apoio para a renovação da frota" e a valorização do pescado "na primeira venda", havendo uma grande diferença de preço "entre a produção e o consumo", afirmou.

O documento exige, ainda, uma audiência com o Ministério da Agricultura e do Mar, sendo que, até agora, o Governo "não deu ouvidos" aos pescadores, que não foram "tidos em conta" aquando da definição de quotas, salientou Frederico Pereira.







Lusa
  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.