sicnot

Perfil

Economia

Dívida pública desce para 225.720 ME em abril

A dívida das administrações públicas diminuiu 556 milhões de euros em abril face a março, fixando-se nos 225.720 milhões de euros, segundo números hoje divulgados pelo Banco de Portugal (BdP).

SIC

De acordo com o Boletim Estatístico de junho, hoje publicado pelo banco central, a dívida pública na ótica de Maastricht, a que conta para Bruxelas, fixou-se nos 225.720 milhões de euros em abril, o que representa uma ligeira diminuição face à dívida de 226.276 milhões registada em março.

Também a dívida líquida de depósitos da administração central diminuiu entre os dois meses, em 458 milhões de euros, de 209.248 milhões de euros em março para 208.790 milhões em abril.

Comparando com dezembro de 2014, a dívida pública em abril é superior em 440 milhões de euros e a dívida pública excluindo os depósitos é maior em, aproximadamente, de 662 milhões. 

No final do ano passado, a dívida pública fixou-se nos 225.280 milhões de euros e a dívida pública líquida de depósitos da administração central nos 208.128 milhões de euros.

A dívida na ótica de Maastricht é utilizada para medir o nível de endividamento das administrações públicas de um país e o conceito está definido num regulamento de 2009 do Conselho Europeu, relativo à aplicação do protocolo sobre o procedimento relativo dos défices excessivos anexo ao Tratado que institui a Comunidade Europeia. 

Os números incorporam as alterações contabilísticas decorrentes da mudança de Sistema Europeu de Contas para SEC2010 que todos os países da União Europeia tiveram de adotar até setembro do ano passado e que, no caso de Portugal, gerou uma revisão em alta do valor do PIB e uma revisão em baixa do rácio da dívida sobre o produto. 

  • Dez milhões para offshores provocam picardia entre Costa e Passos
    0:36

    Economia

    O primeiro-ministro disse esta quarta-feira que é "escandaloso" que um Governo que foi tão implacável com as famílias em impostos e multas, tenha tido depois "tranquilidade" em relação a dez mil milhões de euros que fugiram do país para offshores. Pedro Passos Coelho não gostou e deu resposta, mesmo já sem tempo para outra intervenção.

  • Alemanha aprova projeto-lei que permite aceder a telemóveis de migrantes
    1:52
  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.