sicnot

Perfil

Economia

Agravamento do défice com despesa a crescer mais que a receita

O défice das administrações públicas atingiu os 868 milhões de euros em maio, menos 123 milhões do que no mesmo período do ano passado. Os dados da execução a que a SIC teve acesso revelam contudo que, em termos comparáveis, há um agravamento do défice com a receita a crescer menos que a despesa. 

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A conta das Administrações Públicas registou um défice de 990 milhões de euros, uma deterioração de 108 milhões relativamente a 2014

Ao olhar apenas para o subsetor Estado também há uma deterioração de 216 milhões de euros, com o défice a aproximar-se dos 2,6 mil milhões. 

Os gastos do estado aumentaram quase 5,5%. A fatura com pessoal voltou a subir e os encargos com juros dispararam.

Já do lado da receita a subida foi de 4,8%. Só em impostos, o Estado arrecadou até maio mais de 15 mil milhões de euros. 

As maiores subidas de receita foram registadas nos impostos indiretos, sobretudo no imposto sobre veículos, no imposto único de circulação e no IVA.
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.