sicnot

Perfil

Economia

Frota do Estado vai integrar 1.200 veículos elétricos até 2020

A frota do Estado integrará 1.200 veículos elétricos até 2020, traduzindo uma poupança estimada de 50 milhões de euros, segundo o programa de mobilidade sustentável para administração pública (Eco-Mob), hoje aprovado em Conselho de Ministros.

© Thomas Peter / Reuters

Após a reunião, o ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, garantiu que a administração pública "tem todas as condições para dar o exemplo, ao nível da utilização de transportes", pelo que cumprirá o programa de mobilidade.

O Eco-Mob promove menos uso de viaturas, redução de emissão de CO2, menos consumo de energia, promoção de energias renováveis e redução da fatura energética, resumiu o ministro.

A nível da frota, o Governo quer acabar com a "lógica de vinculação da viatura a uma determinada função ou um determinado serviço" e promover, "no mesmo espaço geográfico, uma partilha" dos transportes.

De forma faseada, serão integrados 1.200 veículos elétricos, numa "substituição de frotas, com poupança assegurada" e promovidos planos de eco-condução.

"Este programa prevê uma poupança de 50 milhões euros até 2020 e permite compatibilizar reduções nas emissões de CO2, promoção das energias renováveis através da mobilidade elétrica e redução da despesa pública", afirmou o ministro.

Na reunião de hoje, o Conselho de Ministros aprovou ainda o Quadro Estratégico para a Política Climática, que inclui o comércio de emissões, com dimensão europeia, o plano nacional para as alterações climáticas, a estratégia nacional de adaptação às alterações climáticas para "mitigar a erosão costeira e a degradação dos recursos hídricos".

Moreira da Silva referiu que será ainda criada uma comissão interministerial para as alterações climáticas e para o ar e ficaram registadas as metas nacionais para 2020 e 2030, já previstas no Compromisso para o Crescimento Verde.

Portugal tem o objetivo de reduzir as emissões de 30 a 40% em 2030, face aos níveis de 2005, e ter 40% de energias renováveis no consumo final de energia, o que representa 80% de eletricidade renovável.

Segundo o ministro, Portugal vai chegar na segunda-feira à cimeira das Nações Unidas sobre alterações climáticas com "o sentimento de dever cumprido, no que diz respeito à ambição projetada atualmente, mas também assegurando que este papel de referência se projeta para os próximos anos".





Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.