sicnot

Perfil

Economia

Frota do Estado vai integrar 1.200 veículos elétricos até 2020

A frota do Estado integrará 1.200 veículos elétricos até 2020, traduzindo uma poupança estimada de 50 milhões de euros, segundo o programa de mobilidade sustentável para administração pública (Eco-Mob), hoje aprovado em Conselho de Ministros.

© Thomas Peter / Reuters

Após a reunião, o ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, garantiu que a administração pública "tem todas as condições para dar o exemplo, ao nível da utilização de transportes", pelo que cumprirá o programa de mobilidade.

O Eco-Mob promove menos uso de viaturas, redução de emissão de CO2, menos consumo de energia, promoção de energias renováveis e redução da fatura energética, resumiu o ministro.

A nível da frota, o Governo quer acabar com a "lógica de vinculação da viatura a uma determinada função ou um determinado serviço" e promover, "no mesmo espaço geográfico, uma partilha" dos transportes.

De forma faseada, serão integrados 1.200 veículos elétricos, numa "substituição de frotas, com poupança assegurada" e promovidos planos de eco-condução.

"Este programa prevê uma poupança de 50 milhões euros até 2020 e permite compatibilizar reduções nas emissões de CO2, promoção das energias renováveis através da mobilidade elétrica e redução da despesa pública", afirmou o ministro.

Na reunião de hoje, o Conselho de Ministros aprovou ainda o Quadro Estratégico para a Política Climática, que inclui o comércio de emissões, com dimensão europeia, o plano nacional para as alterações climáticas, a estratégia nacional de adaptação às alterações climáticas para "mitigar a erosão costeira e a degradação dos recursos hídricos".

Moreira da Silva referiu que será ainda criada uma comissão interministerial para as alterações climáticas e para o ar e ficaram registadas as metas nacionais para 2020 e 2030, já previstas no Compromisso para o Crescimento Verde.

Portugal tem o objetivo de reduzir as emissões de 30 a 40% em 2030, face aos níveis de 2005, e ter 40% de energias renováveis no consumo final de energia, o que representa 80% de eletricidade renovável.

Segundo o ministro, Portugal vai chegar na segunda-feira à cimeira das Nações Unidas sobre alterações climáticas com "o sentimento de dever cumprido, no que diz respeito à ambição projetada atualmente, mas também assegurando que este papel de referência se projeta para os próximos anos".





Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Incêndio em Alfragide deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação em Alfragide, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa