sicnot

Perfil

Economia

Sindicatos querem anular entrega do Metro de Lisboa à Avanza

Sindicatos querem anular entrega do Metro de Lisboa à Avanza

O Metro está novamente de portas fechadas até às 6:30 deste sábado. É a oitava greve este ano e a primeira desde que o Governo decidiu entregar a empresa ao grupo espanhol Avanza. Os sindicatos acreditam que ainda podem anular a decisão.

  • Greve no metro ronda os 100%
    0:31

    País

    A greve de hoje de 24 horas dos trabalhadores do Metropolitano de Lisboa tinha, às 7:30, níveis de adesão a rondar os 100%, com as estações encerradas por decisão da empresa. Em causa está a subconsessão do Metro de Lisboa já atribuída à empresa espanhola Avanza. Anabela Carvalheira, da FECTRANS, diz que as falhas no contrato que irá ser assinado no próximo mês vão obrigar o Estado a injetar capital na empresa já depois de subconcessionada.

  • Trabalhos no viaduto terminaram, mas trânsito continua condicionado em Alcântara
    1:23

    País

    Não há, para já, previsão para o restabelecimento da normalidade em Alcântara. Os trabalhos para colocar o viaduto de Alcântara na posição correta, depois do desvio registado num pilar, decorreram esta madrugada. O trânsito mantém-se por isso condicionado no sentido Cascais-Lisboa, como explicou o repórter da SIC, Paulo Varanda.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.