sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas garante gás russo na Europa apesar de suspensão para a Ucrânia

A  Comissão Europeia garantiu hoje que o fornecimento de gás à Europa no próximo inverno não está em risco, apesar da rotura das negociações entre a Ucrânia e a Rússia devido a divergências sobre o preço.

(REUTERS)

(REUTERS)

© Sergei Karpukhin / Reuters

"Houve um compromisso claro por parte do lado russo e do lado ucraniano para assegurar um fornecimento suave e sem interrupções para a Europa", disse o comissário europeu para a Energia, Maros Sefkovic, numa conferência de imprensa hoje em Bruxelas, sublinhando que as reservas atuais da Ucrânia podem ser complementadas com compras a outros fornecedores para além do gigante russo Gazprom.

O anúncio da Comissão Europeia segue-se à confirmação, esta manhã, por parte da companhia de gás russa Gazprom da suspensão do fornecimento de gás à Ucrânia, uam consequência natural do anúncio, na terça-feira, por parte da Ucrânia relativamente ao falhanço das negociações para a compra de gás russo devido a divergências sobre o preço.

"A Ucrânia não pagou as suas entregas para o mês de julho. A partir das 10:00 de 1 de julho, as entregas de gás da Gazprom para a Ucrânia foram suspensas. A Gazprom não vai entregar gás à Ucrânia sem um pagamento antecipado, independentemente do preço", disse o presidente da empresa russa, Alexei Miller, num comunicado.

A paragem do fornecimento não deverá, no entanto, ameaçar significativamente o fornecimento de gás russo para a União Europeia, uma vez que a empresa estatal ucraniana Naftogaz prometeu que irá continuar a garantir plenamente o trânsito de gás russo para outros clientes europeus

  • Passos nega que resultado das autárquicas ponham em causa liderança do PSD
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Marcelo garante que relações com Angola "estão vivas"
    1:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou esta segunda-feira as boas relações entre Portugal e Angola. À chegada a Luanda para a posse do novo Presidente angolano João Lourenço, o chefe de Estado português aproveitou para tomar um banho de mar.

  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.