sicnot

Perfil

Economia

Jerónimo de Sousa compara descida do desemprego em Portugal a um "iô-iô"

O líder da CDU, Jerónimo de Sousa, considerou hoje que a recuperação da economia e do emprego anunciada pelo Governo é "pura propaganda", comparando as estatísticas do desemprego a um "iô-iô".  

PAULO NOVAIS

"É a economia e o emprego iô-iô, vai acima e vai abaixo uma décima, mas não sai do mesmo sítio", enfatizou o secretário-geral comunista, numa intervenção em Coimbra para apresentar Manuel Pires Rocha como cabeça-de-lista do distrito às próximas eleições legislativas.

Baseando-se nos dados do desemprego de maio revelados esta semana pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), Jerónimo Sousa referiu que "a recuperação irreversível da economia e do emprego é pura propaganda".

"Um Governo que nos vem dizer que o país 'está a dar volta', mas ainda há dias ficámos a saber pelo INE, não só que nos últimos quatro anos abandonaram o país cerca de meio milhão portugueses, mas que o ano de 2014, o dito ano anunciado como o início da recuperação, bateu todos os recordes de emigração", sublinhou.

Numa intervenção ao ar livre, na Praça 08 de maio, no coração de Coimbra, o dirigente da CDU frisou que "a economia não sai do fundo onde esta política das 'troikas' a colocou e o desemprego não sai dessa brutal e dramática dimensão que ronda o milhão e duzentos mil pessoas sem emprego".

Apelidando a política da coligação PSD/CDS de tragédia, Jerónimo de Sousa precisou que, entre 2009 e 2014, foram destruídos mais de 470 mil postos de trabalho e que o número de portugueses abaixo do limiar da pobreza ultrapassou os 800 mil.

O líder comunista acusou ainda o Governo de, no caso da Grécia, estar "sempre lado dos interesses do grande capital e das grandes potências em todas as situações e circunstâncias e contra os direitos dos trabalhadores e dos povos". 

"Veja-se a inaceitável postura de alinhamento do Governo PDS/CDS, mas também do Presidente da República, no processo de chantagem e ingerência da União Europeia e do FMI sobre a Grécia, colocando-se na primeira linha da frente deste vergonhoso processo de pressão contra o povo grego, visando a sua rendição incondicional". 

Para Jerónimo de Sousa, trata-se de "uma posição condenável que traduz a clara opção que tem conduzido a sua intervenção em Portugal nestes quatro anos de governo, a de colocar sempre os interesses dos especuladores e agiotas à frente dos interesses nacionais e do nosso povo".

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51

    Cultura

    A Parques de Sintra ganhou, pelo quarto ano consecutivo, os World Travel Awards na categoria de "Melhor Empresa de Conservação do Mundo". A empresa portuguesa, que gere monumentos, parques e jardins situados na zona da Paisagem Cultural de Sintra e em Queluz, voltou a ser a única nomeada europeia na categoria, e foi a vencedora entre candidatos de todo o mundo.

  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.