sicnot

Perfil

Economia

Marisa Matias diz que radicalismo está nas instituições e não no governo do Syriza

A eurodeputada do Bloco de Esquerda (BE) Marisa Matias considerou hoje que o extremismo na atual situação grega está nas instituições europeias e não no governo de Atenas liderado pelo Syriza.

Mathieu Cugnot

"Onde está o radicalismo e extremismo? Está no Banco Central Europeu (BCE), Fundo Monetário Internacional (FMI), Comissão Europeia, no Eurogrupo, e todos e todas que acham que na Europa não pode haver alternativa. Isso sim é radical, isso sim é extremista", vincou a eurodeputada.

Marisa Matias falava, em Lisboa, num debate centrado na crise europeia e na atual situação na Grécia, encontro tido poucos dias antes de um referendo no país sobre a aceitação, ou não, das propostas dos credores internacionais.

Para a bloquista, a Grécia é a "prova de fogo" do projeto europeu.

"Aconteça o que acontecer, este momento é o momento da prova de fogo: ou a União Europeia (UE) tem condições para continuar como projeto democrático, ou não tem", advogou.

E acrescentou: "Os problemas estruturais da Grécia são também de Portugal e, no final de contas, de todo o projeto europeu".

Se a UE "não comporta um governo de esquerda", é sinal que este "já não é um projeto democrático", é antes "um projeto que deixa de interessar", acredita a dirigente do Bloco.

"O governo do Syriza tem de ter condições para governar como qualquer outro governo. Em democracia os partidos vão a eleições e todos podem ganhar. Se não, não é uma democracia", declarou ainda, perante aplausos da plateia que lota o Fórum Lisboa.

Francisco Louçã (fundador do BE), Pacheco Pereira (antigo dirigente do PSD), Manuel Alegre (histórico do PS) e Hélia Correia (recente vencedora do Prémio Camões) são alguns dos outros oradores no encontro desta noite. 

 

 

 

 

Lusa

 

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.