sicnot

Perfil

Economia

Portugal volta aos mercados na quarta-feira e espera colocar até 1.500 M€

Portugal regressa ao mercado na quarta-feira para emitir até 1.500 milhões de euros, através de dois leilões de Bilhetes de Tesouro (BT) com maturidades a seis meses e a um ano, anunciou hoje o IGCP.

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters (Arquivo)

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) anunciou hoje que vai realizar na próxima quarta-feira de manhã dois leilões das linhas de BT com maturidades em 22 de janeiro e 22 de julho de 2016.

Os dois leilões têm um montante indicativo global entre 1.250 e os 1.500 milhões de euros e representam a primeira ida ao mercado deste terceiro trimestre, período durante o qual o IGCP espera colocar pelo menos 5.000 milhões, entre emissões de curto e de longo prazo.

No último leilão a seis meses, que ocorreu a 20 de maio, Portugal colocou 300 milhões de euros a uma taxa de juro negativa pela primeira vez, que se fixou nos -0,002%. 

No mais recente leilão a 12 meses, que também ocorreu na mesma data, o IGCP emitiu 1.200 milhões de euros a uma taxa de juro de 0,021%, também inferior à de 0,094% praticada no anterior leilão comparável em 18 de março. 

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.