sicnot

Perfil

Economia

Parlamento grego dá luz verde às reformas de Tsipras

Apesar da maioria ter aprovado o documento, a votação ficou marcada pelo voto contra de 32 deputados e ainda por 8 abstenções, incluindo a do presidente do Parlamento e do ministro da Energia. Estiveram ainda ausentes da votação 7 elementos da coligação no poder.

Thanassis Stavrakis

Alexis Tsipras contou com a oposição para obter a maioria necessária e mais que suficiente para garantir a aprovação da proposta que abre caminho ao terceiro resgate.

O governo grego espera agora a aprovação dos ministros das finanças da zona euro que hoje analisam a proposta. 

A Comissão Europeia, o Banco Central europeu e o FMI já fizeram saber que as propostas apresentadas pla grécia são uma boa base de negociação. 

O plano de reformas de Atenas que hoje vai ser discutido no eurogrupo.
 

  • Presidente do Eurogrupo diz que é cedo para saber se proposta grega é viável
    0:37

    Crise na Grécia

    Todos os sinais apontam para que seja possivel um acordo, este fim de semana, entre a Grécia e os credores, um entendimento que poderá ser alcançado já amanhã na reunião do Eurogrupo. No entanto, e para já, o que é certo é que os técnicos da troika estão a analisar as propostas do governo grego. O presidente do Eurogrupo que hoje esteve reunido por videoconferência com Mário Draghi do BCE, Jean Claude Juncker, da Comissão Europeia, e Christine Lagarde, do FMI, diz que só depois dessa análise técnica é que se pronunciará.

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.