sicnot

Perfil

Economia

Portugal volta hoje ao mercado para emitir até 1.500 ME

Portugal regressa hoje ao mercado para colocar até 1.500 milhões de euros através de dois leilões de Bilhetes de Tesouro (BT) com maturidades a seis meses e a um ano, segundo informação do IGCP.

SIC

Esta é a primeira emissão da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) do terceiro trimestre, período durante o qual o Estado espera colocar pelo menos 5.000 milhões, entre emissões de curto e de longo prazo.

Os dois leilões de hoje têm um montante indicativo global entre 1.250 e os 1.500 milhões de euros e maturidades a seis meses e um ano.

No último leilão a seis meses, que ocorreu a 20 de maio, Portugal colocou 300 milhões de euros a uma taxa de juro negativa pela primeira vez, que se fixou nos -0,002%.

No mais recente leilão a 12 meses, que também ocorreu na mesma data, o IGCP emitiu 1.200 milhões de euros a uma taxa de juro de 0,021%, também inferior à de 0,094% praticada no anterior leilão comparável em 18 de março.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Metade dos moradores de Sandinha recusaram sair das casas
    3:14
  • Habitantes de Várzeas tentam regressar à normalidade
    2:48
  • Corpos da tragédia em Pedrógão guardados em camião de alimentos
    8:11

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Duarte Nuno Vieira, médico legista, esteve esta quinta-feira, na Edição da Noite, para comentar o que já foi feito e o que falta fazer em Pedrógão Grande, depois de ter sido atingido pelos incêndios. O presidente do Conselho Europeu de Medicina Legal defendeu que guardar os corpos das vítimas mortais num camião de alimentos foi uma "maneira de solucionar o problema da forma possível", visto que não há espaço no Instituto Nacional De Medicina Legal.

  • Johnny Depp sugere assassínio de Trump
    0:31