sicnot

Perfil

Economia

Detetados 25 trabalhadores irregulares em restaurantes das praias da Costa do Estoril

A Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) anunciou hoje que foram detetados 25 trabalhadores em situação irregular durante uma inspeção a 55 unidades de restauração nas praias da Costa do Estoril, entre Algés e Cascais.

Arquivo SIC

Em comunicado, a ACT informa que a ação inspetiva teve lugar a 11 de julho, com o objetivo de "detetar irregularidades no campo da segurança e saúde no trabalho e situações de trabalho não declarado".

Nesta ação inspetiva, segundo a ACT, foram abrangidos 460 trabalhadores, constatando-se que 25 estavam em situação irregular e 76 eram estrangeiros, registando-se um total de 42 infrações.

Os inspetores apresentaram 55 notificações para apresentação de documentos e 16 notificações para a tomada de medidas.

A ação foi realizada por uma equipa composta por 26 inspetores do trabalho de Sintra, Almada, Barreiro, Vila Franca de Xira e Lisboa, com a participação do Inspetor-geral da ACT, dois inspetores da Autoridade Tributária, dois do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e agentes da PSP.

A ACT indicou, ainda, que vai acompanhar o desenvolvimento do processo, tendo como objetivo a regularização de todas as situações não conformes.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15