sicnot

Perfil

Economia

Ministério do Emprego confirma números avançados por Passos Coelho

O Ministério da Solidariedade e do Emprego confirma os números do desemprego avançados pelo primeiro-ministro esta semana, em entrevista à SIC. É a resposta à notícia do Expresso, que denuncia um "truque estatístico" do Governo para anunciar a criação de 175 mil novos postos de trabalho.

O Instituto de Emprego e Formação Profissional acredita que o número pode vir a crescer tendo em conta a reação, quer por parte das empresas quer dos desempregados nesta fase de lançamento. (Arquivo)

O Instituto de Emprego e Formação Profissional acredita que o número pode vir a crescer tendo em conta a reação, quer por parte das empresas quer dos desempregados nesta fase de lançamento. (Arquivo)

Lusa

O gabinete de Pedro Mota Soares refere em comunicado que "os números estão certos e correctos, não correspondem a nenhuma 'leitura', são dados oficiais e estão publicados pelo Instituto Nacional de Estatística".

O Ministério da Solidariedade e do Emprego acrescenta ainda que Passos Coelho usou os números de abril porque são os últimos publicados. De acordo com o comunicado, os números de maio, menos favoráveis ao Governo e usados nas contas do Expresso, não estão ainda consolidados e "podem ser revistos" até serem publicados pelo INE.

O Expresso assegura que os números sobre emprego e desemprego avançados por Pedro Passos Coelho na entrevista à SIC não são corretos. Em causa está o anúncio do primeiro-ministro sobre a criação de 175 mil novos postos de trabalho, entre janeiro de 2013 e o passado mês de abril, valor que não é líquido nem corresponde à totalidade da legislatura.

O diretor do jornal, Ricardo Costa, diz mesmo que este valor do Governo foi "completamente martelado".

  • Números do Governo sobre desemprego são "completamente martelados"
    0:57

    Opinião

    O Expresso assegura que os números sobre emprego e desemprego avançados por Pedro Passos Coelho em entrevista à SIC na passada terça-feira são falsos. Em causa está o anúncio do primeiro-ministro sobre a criação de 175 mil novos postos de trabalho, entre janeiro de 2013 e o passado mês de abril. O diretor do jornal, Ricardo Costa, diz que os dados do Governo não passam de um truque estatístico.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52