sicnot

Perfil

Economia

Ministério do Emprego confirma números avançados por Passos Coelho

O Ministério da Solidariedade e do Emprego confirma os números do desemprego avançados pelo primeiro-ministro esta semana, em entrevista à SIC. É a resposta à notícia do Expresso, que denuncia um "truque estatístico" do Governo para anunciar a criação de 175 mil novos postos de trabalho.

O Instituto de Emprego e Formação Profissional acredita que o número pode vir a crescer tendo em conta a reação, quer por parte das empresas quer dos desempregados nesta fase de lançamento. (Arquivo)

O Instituto de Emprego e Formação Profissional acredita que o número pode vir a crescer tendo em conta a reação, quer por parte das empresas quer dos desempregados nesta fase de lançamento. (Arquivo)

Lusa

O gabinete de Pedro Mota Soares refere em comunicado que "os números estão certos e correctos, não correspondem a nenhuma 'leitura', são dados oficiais e estão publicados pelo Instituto Nacional de Estatística".

O Ministério da Solidariedade e do Emprego acrescenta ainda que Passos Coelho usou os números de abril porque são os últimos publicados. De acordo com o comunicado, os números de maio, menos favoráveis ao Governo e usados nas contas do Expresso, não estão ainda consolidados e "podem ser revistos" até serem publicados pelo INE.

O Expresso assegura que os números sobre emprego e desemprego avançados por Pedro Passos Coelho na entrevista à SIC não são corretos. Em causa está o anúncio do primeiro-ministro sobre a criação de 175 mil novos postos de trabalho, entre janeiro de 2013 e o passado mês de abril, valor que não é líquido nem corresponde à totalidade da legislatura.

O diretor do jornal, Ricardo Costa, diz mesmo que este valor do Governo foi "completamente martelado".

  • Números do Governo sobre desemprego são "completamente martelados"
    0:57

    Opinião

    O Expresso assegura que os números sobre emprego e desemprego avançados por Pedro Passos Coelho em entrevista à SIC na passada terça-feira são falsos. Em causa está o anúncio do primeiro-ministro sobre a criação de 175 mil novos postos de trabalho, entre janeiro de 2013 e o passado mês de abril. O diretor do jornal, Ricardo Costa, diz que os dados do Governo não passam de um truque estatístico.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.