sicnot

Perfil

Economia

Ministério do Emprego confirma números avançados por Passos Coelho

O Ministério da Solidariedade e do Emprego confirma os números do desemprego avançados pelo primeiro-ministro esta semana, em entrevista à SIC. É a resposta à notícia do Expresso, que denuncia um "truque estatístico" do Governo para anunciar a criação de 175 mil novos postos de trabalho.

O Instituto de Emprego e Formação Profissional acredita que o número pode vir a crescer tendo em conta a reação, quer por parte das empresas quer dos desempregados nesta fase de lançamento. (Arquivo)

O Instituto de Emprego e Formação Profissional acredita que o número pode vir a crescer tendo em conta a reação, quer por parte das empresas quer dos desempregados nesta fase de lançamento. (Arquivo)

Lusa

O gabinete de Pedro Mota Soares refere em comunicado que "os números estão certos e correctos, não correspondem a nenhuma 'leitura', são dados oficiais e estão publicados pelo Instituto Nacional de Estatística".

O Ministério da Solidariedade e do Emprego acrescenta ainda que Passos Coelho usou os números de abril porque são os últimos publicados. De acordo com o comunicado, os números de maio, menos favoráveis ao Governo e usados nas contas do Expresso, não estão ainda consolidados e "podem ser revistos" até serem publicados pelo INE.

O Expresso assegura que os números sobre emprego e desemprego avançados por Pedro Passos Coelho na entrevista à SIC não são corretos. Em causa está o anúncio do primeiro-ministro sobre a criação de 175 mil novos postos de trabalho, entre janeiro de 2013 e o passado mês de abril, valor que não é líquido nem corresponde à totalidade da legislatura.

O diretor do jornal, Ricardo Costa, diz mesmo que este valor do Governo foi "completamente martelado".

  • Números do Governo sobre desemprego são "completamente martelados"
    0:57

    Opinião

    O Expresso assegura que os números sobre emprego e desemprego avançados por Pedro Passos Coelho em entrevista à SIC na passada terça-feira são falsos. Em causa está o anúncio do primeiro-ministro sobre a criação de 175 mil novos postos de trabalho, entre janeiro de 2013 e o passado mês de abril. O diretor do jornal, Ricardo Costa, diz que os dados do Governo não passam de um truque estatístico.

  • "Se estivesse a governar estaria preocupado com o futuro e não só com o presente"
    7:46
  • PS e PSD trocam acusações sobre Tancos
    1:18
  • E Se Fosse Consigo? Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Marcelo mergulha na baía de Luanda
    0:45
  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • EUA negam ter declarado guerra à Coreia do Norte

    Mundo

    Os Estados Unidos negaram esta segunda-feira ter declarado guerra à Coreia do Norte e frisaram que Pyongyang não pode disparar contra os seus aviões em águas internacionais, em resposta a uma ameaça do ministro dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.