sicnot

Perfil

Economia

Dirigentes da japonesa Toshiba demitem-se após escândalo financeiro

A Toshiba anunciou hoje que o seu presidente, Hisao Tanaka, vai abandonar o cargo após o escândalo de manipulação da contabilidade, que chegou a inflacionar os lucros da empresa em 1.125 milhões de euros durante quase sete anos.

© Thomas Peter / Reuters

Em comunicado enviado à bolsa de Tóquio, a multinacional nipónica dedicada às infraestruturas e eletrónica, explicou que, tanto Tanaka, como outros cinco membros do conselho de administração "vão deixar hoje os cargos e a partir do dia 22 (quarta-feira) outras pessoas vão ocupar os seus postos".

Norio Sasaki, atualmente vice-presidente do conselho de administração, e Atsutoshi Nishida, conselheiro especial, também abandonam funções pelas mesmas razões.

A demissão ocorre depois da publicação de um relatório de um grupo de peritos independentes que revelou como a direção da Toshiba alimentou a manipulação "sistemática" da contabilidade da empresa, com a qual chegou a inflacionar os lucros operacionais em 151.800 milhões de ienes (1.221 milhões de dólares ou 1.125 milhões de euros) entre 2008 e 2014.

Tanaka, de 64 anos, e Sasaki, de 66, juntaram-se à Toshiba no início dos anos 1970.

Lusa

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.

  • Samsung vai vender modelos reparados do Galaxy Note 7

    Economia

    A Samsung Electronics anunciou hoje que vai vender e alugar telemóveis reparados do modelo Galaxy Note 7 depois de no ano passado a empresa ter decidido suspender a respetiva produção devido a incêndios nas baterrias de íon-lítio.

  • Acidentes em falésias matam 94 pescadores lúdicos

    País

    Mais de 90 pescadores lúdicos morreram nos últimos 19 anos e 137 ficaram feridos em 252 acidentes registados em zona rochosa ou em falésia, a maioria na zona de Lagos, Faro, segundo dados da Autoridade Marítima Nacional.