sicnot

Perfil

Economia

Voos da SATA dentro dos Açores com mais lugares e carga até fim de agosto

A SATA vai disponibilizar maior capacidade de carga e mais 6.400 lugares nos voos dentro dos Açores entre o final de julho e o final de agosto, anunciou o Governo Regional açoriano.

(LUSA/ ARQUIVO)

(LUSA/ ARQUIVO)

O anúncio foi feito na terça-feira à noite, durante uma reunião do Governo Regional dos Açores com o Conselho de Ilha das Flores, que se realizou em Santa Cruz das Flores.

O presidente do Governo açoriano, Vasco Cordeiro, explicou que a SATA informou a tutela (o executivo regional, único acionista da empresa), da "intenção de aumentar a disponibilidade de lugares" e a capacidade de carga nos voos inter-ilhas, entre o fim deste mês e o final de agosto.

Os mais de 6.400 novos lugares resultam da criação de 52 novos voos e da alteração dos aviões que a empresa tinha previsto usar em 99 ligações. Desta forma, aumenta também a capacidade de carga, no mesmo período, em mais 96 toneladas, ainda segundo Vasco Cordeiro.

Durante a reunião, os conselheiros das Flores haviam pedido precisamente ao executivo açoriano mais lugares e maior capacidade de carga nos voos para a ilha, dados os "enormes constrangimentos" dos últimos meses.

O secretário regional dos Transportes, Vítor Fraga, disse aos conselheiros que a SATA disponibilizará mais perto de 500 lugares para as Flores e que a capacidade de carga aumentará em mais de cinco toneladas, no mesmo período.

Para Vasco Cordeiro, "este é um bom sinal", porque, disse aos jornalistas no final da reunião, revela que o novo modelo de ligações aéreas aos Açores, em vigor desde abril, está "a produzir efeitos em todas as ilhas".

Os conselheiros das Flores alertaram também para o "enorme esforço financeiro inicial" que está ser pedido "às famílias açorianas" quando querem viajar para fora do arquipélago, no âmbito deste novo modelo, apesar de haver direito a reembolsos.

Vítor Fraga lembrou que o modelo em vigor é recente e que está a ser monitorizado, para se avaliar, após uma primeira fase, se há aspetos que podem ser melhorados.

Em relação às questões da saúde levantadas pelos conselheiros, o secretário regional Luís Cabral garantiu que o posto de saúde das Lajes das Flores começará a funcionar, de forma gradual, ao longo das próximas semanas.

Quanto à deslocação de doentes para tratamentos e consultas fora da ilha, afirmou que a legislação publicada recentemente não alterou os critérios e que a tutela está a acompanhar casos de aparentes más interpretações dos novos diplomas, garantindo que continuará a fazê-lo.

Por outro lado, enumerou uma lista de deslocações de especialistas à ilha, já este ano, e outras previstas para os próximos meses, garantindo que tem havido boa resposta, dentro das possibilidades, às necessidades identificadas pelos médicos de família.

Lusa

  • Eis os novos heróis de Vila de Aves
    3:03
  • "Vi o Bas Doost a jorrar sangue para o chão (...) revoltei-me!"
    3:28
  • "Esta semana parecia um filme de terror"
    2:24

    Desporto

    O treinador do Sporting falou pela primeira vez à imprensa desde as agressões de que foi alvo em Alcochete. Jorge Jesus disse que a última semana "parecia um filme de terror" e deixou um agradecimento especial aos adeptos e à "capacidade emocional" dos jogadores.

  • Já se pode pescar sardinha mas há limitações

    País

    A proibição da pesca da sardinha termina hoje, podendo, até 31 de julho, os pescadores capturar 4.855 toneladas, com limites diários, medidas de proteção dos juvenis e monitorização da pescaria, disse à Lusa o Ministério do Mar.

  • "Desfiliei-me do PS mas continuo socialista"
    1:29