sicnot

Perfil

Economia

Portas em Luanda para o dia de Portugal na maior feira de Angola

​O vice-primeiro-ministro português, Paulo Portas, visita hoje a capital angolana, onde participa no dia de Portugal na Feira Internacional de Luanda (Filda), estando prevista ainda uma audiência na vice-presidência de Angola.

© Stringer . / Reuters

A Filda decorre até domingo, reunindo 800 expositores, de 40 países, dos quais 67 no pavilhão exclusivamente dedicado a Portugal, a maior representação nacional no evento, tal como em edições anteriores.

Durante a tarde, Paulo Portas marca presença junto da representação nacional nesta feira - que conta com 24 empresas expositoras estreantes -, no âmbito do dia dedicado pelo evento a Portugal.

Angola foi o quarto maior mercado de exportação de Portugal em 2014, com vendas de 3.175 milhões de euros, um crescimento de dois por cento face ao ano anterior.

Mais 9.400 empresas portuguesas venderam para Angola em 2014, mas a crise económica decorrente da quebra das receitas fiscais angolanas com o petróleo fez entretanto reduzir as exportações portuguesas para este país em mais de 20%, entre janeiro e maio deste ano.

No âmbito da visita a Luanda, o governante português deverá ser recebido em audiência pelo vice-presidente angolano, Manuel Vicente, pelas 12:00 (mesma hora em Lisboa).

Paulo Portas chega hoje a Luanda e deverá deixar a capital angolana ao final do dia.

Lusa

  • Os números das eleições francesas
    0:50

    Eleições França 2017

    Os resultados definitivos mostram que Emmanuel Macron obteve 24% dos votos, na primeira volta das eleições francesas. Ficou quase três pontos à frente de Marine Le Pen, que conseguiu 21,3%. Os números oficiais, publicados pelo Ministério do Interior, dão ainda conta da taxa de abstenção: 22,2%, um ligeiro aumento face à primeira volta das presidenciais de 2012.

  • Estarão os portugueses a consumir vitamina D em excesso? 
    6:44
  • Investigadores criam nanovacina contra diferentes cancros

    Mundo

    Investigadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, desenvolveram uma nanovacina (vacina administrada através de partículas microscópicas) contra diferentes cancros, como o da pele, do cólon e do reto, numa experiência com ratos, revela um estudo publicado esta segunda-feira.