sicnot

Perfil

Economia

PGR e PJ negam receção de queixa contra Montepio

A Procuradoria Geral da República e Polícia Judiciária negam ter recebido qualquer do Banco de Portugal contra o Montepio Geral. Também o presidente do banco desmente ser alvo de queixa. O jornal Público noticiava hoje que o banco central tinha apresentado uma queixa contra o Montepio, depois de detetar falhas no controlo de operações financeiras que o supervisor considera suspeitas.

Arquivo SIC

De acordo com o diário, em causa estão movimentos transnacionais, que podem indiciar crimes de branqueamento de capitais, com origem no Finibanco Angola, detido pelo Montepio Geral. O banco não terá comunicado as transações entre os dois países, procedimento exigido por lei.

A denúncia, feita pelo regulador, teerá chegado ao Ministério Público no final de abril, acrescentava o jornal.

Contudo, "até ao momento, não deu entrada na Procuradoria-Geral da República qualquer expediente com o teor referido", refere uma nota enviada à SIC pela PGR.

Fonte da PJ garantiu também à SIC não ter recebido comunicação do Banco de Portugal relacionada com o Montepio.

Entretanto, o até agora presidente do banco Tomás Correia desmentiu também ser alvo de queixa em declarações aos jornalistas.

Ontem, Tomás Correia foi substituído por José Félix Morgado na liderança do Montepio. A mudança deverá ser confirmada no próximo mês, em Assembleia Geral.

  • Um dos conflitos mais sangrentos e esquecidos do planeta pelo olhar de uma portuguesa
    3:20

    Mundo

    A guerra do Congo, que opõe milícias rebeldes ao regime de Kabila, já dura há 20 anos e fez seis milhões de mortos, quatro milhões de deslocados internos e um número crescente de refugiados. Um dos conflitos mais sangrentos e esquecidos do planeta tem levado milhares de civis a passar a fronteira para Angola. A médica portuguesa Ana Paula Cruz testemunhou o drama silencioso dos congoleses nos campos de refugiados da Lunda Norte.

  • "Este é o elefante na sala sobre a saúde!"
    1:43

    País

    Catarina Martins acusa o Governo de estar alinhado com a direita na promoção de negócios privados na área da saúde. O Bloco de Esquerda quer uma nova lei de bases aprovada até ao final da legislatura e arrancou ontem com um ciclo nacional de sessões públicas para defender o Serviço Nacional de Saúde.

  • Marido de idosa que morreu na Sertã teve de caminhar durante duas horas para pedir ajuda
    1:44

    País

    A Altice garantiu esta sexta-feira que tentou agendar, por duas vezes, a reposição da linha telefónica na casa da idosa da Sertã, que morreu na semana passada por não ter comunicações que permitissem um socorro rápido. A mulher sentiu-se mal e o marido teve de caminhar durante duas horas para conseguir chegar à casa do vizinho mais próximo e pedir ajuda.

  • Como é que alguém (Rúben Semedo) com tanto pode perder tudo?
    3:05