sicnot

Perfil

Economia

Bolsa chinesa fechou hoje a cair 8,48%

A Bolsa chinesa fechou hoje a perder 8,48%, numa "queda a pique" associada aos "magros indicadores económicos" divulgados nos ultimos dias, segundo a agência noticiosa oficial Xinhua.

© STR New / Reuters

O Índice Composite de Xangai fechou nos 3.725 pontos, muito abaixo dos 4.070 alcançados na sessão anterior, e na bolsa de Shenzhen, de menor dimensão, as ações baixaram 7,4%.

Na sexta-feira passada, a bolsa chinesa tinha voltado a cair, interrompendo uma semana inteira em terreno positivo, mas a queda foi de apenas de 1,29%.

O Gabinete Nacional de Estatísticas da China anunciou hoje que, em junho passado, os lucros das grandes empresas industriais do país diminuíram 0,3% em relação a igual período de 2014.

Um outro importante indicador divulgado hoje revela que a atividade industrial apurada este mês é a mais baixa desde abril do ano passado, ampliando os receios que o abrandamento da segunda economia mundial seja maior do que se esperava.

Em 2014, o Produto Interno Bruto chinês cresceu 7,4%, o valor mais baixo dos últimos vinte e quatro anos, e no primeiro semestre de 2015, o crescimento abrandou para 7%.

LUSA

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.